Tailandia-Koh Lipe

Como ja disse , nao foi facil escolher , mas depois de quebrar um pouco a cabeca , optamos por Koh Lipe, um ilha no Oceano Indico proxima a uma reserva marinha.E nao foi nada facil chegar la. Saimos de Bangcoc , pegamos um voo da Air Asia para Hat Yai, do aeroporto de la(1 hora e pouco) pegamos uma van (20 minutos)para outro local onde pegamos uma outra van(2 horas e meia) , que nos deixou num ponto onde pegamos um barco(2 horas , se for speedboat) , que nos deixou numa plataforma onde pegamos um barquinho pequeno , ja na ilha , para o nosso bangalo. No fim eu ja estava achando que iria ter que pular de para quedas , ir nadando ate a ilha.So de falar cansa. E e’ um trajeto caro e perigoso tambem . Hat Yai e’ uma das cidades muculmanas onde de vez em quando pipoca uma confusao por causa da briga religosa. Isso eu so descobri depois de me apaixonar pela ilha e decidir que era ela que iriamos. Ai , resolvi correr o risco e fazer todo esse trajeto. Mas quando o barquinho foi se  aproximando da ilha, deu uma sensacao de , eh valeu a pena o esforco!Quem disse que o caminho para o paraiso eh facil?

Nosso bangalo ficava bem no cantinho dessa praia praticamente particular, um sonho!

Mas voltando ao assunto transporte,se for para Koh Lipe , prefira ir por Singapura. De uma voltinha por la  e chegue com menos tempo ainda. A unica coisa alem da primeira noite em Bangcoc que reservamos foi o voo para a ilha e a acomodacao pois era  alta temporada e ficamos com medo de ter que escolher entre uma espelunca ou pagar uma fortuna para ter o minimo de conforto , e acho que valeu muito.Essa ilha esta proxima ao Parque Marinho de Ko Tarutao (mais precisamente de Koh Adang , uma das ilhas mais lindas do parque),e ainda nao recebe a quantidade massiva de turistas que outras ilhas do Indico , portanto e’ uma otima pedida , mas nao por muito tempo. Ha quem diga que ela ja foi melhor preservada e que a quantidade de turistas que tem por la ja incomoda . Entao ou tive sorte , ou nada disso e’ verdade. O que vi foi uma ilha muito bem preservada e vazia , ainda.E olhe que fui na alta estacao e em plena semana do ano novo chines . Esta data e’ para eles uma das mais rentaveis do ano , junto com o ano novo ocidental e o tailandes (sim , eles comemoram 3 x por ano a virada). Apesar de ter acomodacao a vontade , as praias estavam sempre vazias e a vida no fundo do mar parecia ainda intacta.Mas bastou uma volta pelo meio da ilha para notar os sinais de que a “civilizacao” ja esta chegando. Varias construcoes acontecendo , e confesso que mesmo sendo turista , olhei aquilo com um pouco de pena. Adoraria voltar naquela ilha daqui a muitos anos , mas sei que nao vai demorar muito para nao ser a mesma coisa. 99% da acomodacao da ilha sao bangalos , dos muito simples ate os mais confortaveis , mas nada muito glamouroso.Alias , para quem quer sofisticacao so’ mesmo o Idyllic Resort . Particularmente acho uma bobagem pagar o preco absurdo que eles cobram , pois o hotel nao oferece muito alem de otima localizacao e conforto, coisas que voce pode ter em outro bangalo sem flatscreen e piscina , por menos da metade do preco , mas isso e’ pessoal. Qualquer mapa da ilha mostra 3 praias :Sunset , sunrise e pattaya beach. Eu fiquei numa quarta praia , que so vi em um mapa , a Sanom Beach. Eles so colocam as 3 praias porque sao as maiores , e e’ onde ha acomodacao , mas entre uma pedra e outra formam-se algumas prainhas minusculas e sem quase ninguem.Fiquei num bangalo do Sanom Beach Resort , que de resort so tem o nome. No final da Pattaya beach ha um “morro” e atras desse morro estava o nosso bangalozinho , de frente para o mar , quase nele , numa praia que dividiamos com outros 2 bangalos. Acertei no escuro , escolhi exatamente o que queriamos , sossego , e por um preco muito bom ,1000 baht.

Vista do nosso Bangalo

O ninho,hehehe

O banheiro ” rustico”

Isso era para um quarto com ventidalor , que estava de bom tamanho para a epoca que fomos , e sem agua quente , totalmente dispensavel naquele calor. Luz eletrica , somente de 6 da tarde as 6 da manha ,o que tb nao fez a menor falta(e eh ecologicamente correto!).E o dono dos bangalos , um tailandes muito simpatico e prestativo , tambem fez a diferenca nos nossos otimos dias por la. Eh bom ressaltar que poucos tailandeses sao donos de hoteis nessa ilha.O banheiro era bem simples,com umas boas frestas no teto. Entao de vez em quando tinha uma aranha ou uma taruira(lagartixa para quem nao eh do ES), o que tambem nao me incomodou nem um pouco!Mas para quem vai na epoca de chuvas, o calor eh intenso e um quarto com ar condicionado eh essencial! A diferenca de precos entre o norte e sul e’ assustadora. Por um bangalo tao bem localizado quanto aquele em Kanchanaburi , que na verdade e’ centro , com agua quente , pagamos 300 baht. Depois de chegar na ilha e conversar com um e outro , ficamos aliviados porque pagamos ate barato em relacao a outras pessoas, e conseguimos uma acomodacao do nosso jeitinho. Rustica, mas limpa e muitissimo bem localizada. Praticamente na nossa porta , a prainha minuscula , e quase particular , era lotada de peixinhos. Nem era precisa uma mascara de snorkel , so uma mascara qualquer ja era suficiente para ver familias e familias de peixe palhaco(o Nemo) , caranguejinhos ,estrelas do mar , barracudas (vimos uma gigante pulando , deu ate um frio na barriga).

 

So aquilo ja bastava. Mas como ha centenas de outras ilhas lindissimas em volta , vale muito a pena um passeio para conhecer outros lugares. Nao va numa barco grande lotado de gente! Vimos o preco , e pagamos menos para irmos eu , meu marido e um alemao num barco tipico tailandes(long tail) , pilotado por um pescador que conhecia muito bem a regiao e nos levou nos melhores lugares para snorkel. Escolhemos o horario , e ele foi nos buscar na porta , religiosamente no horario marcado(nao esperava pontualidade dele,rs) , por 1200 baht, o que dividido por 3 deu 400 para cada , menos que os 500 cobrado por um empresa que faria o servico num barco grande e cheio de gente. Para quem for ficar mais dias numa ilha e quiser fazer esse passeio varias vezes o preco cai consideravelmente!E’ so perguntar para um pescador qualquer e negocioar o preco. Mas fique esperta , so pague no dia . Se pagar antes corre o risco de nao ver nem o dinheiro , e nem ilha nenhuma . Fechamos com um pescador amigo do dono do bangalo. Fomos a muitas ilhas , nem me lembro o nome de todas , so de Ko Adang , que eu tanto queria conhecer. Sao todas lindas , o fundo do mar impressiona , nao somente pelos peixes , mas pelos corais , coloridos e super preservados. Sei que essa nao eh uma caracteristica de tantas outras ilhas massacradas pelo turismo.

 

Um verde anormal

E logicamente que o pescador conhece bem a area , e so vai te levar onde sabe que tem coisa bonita para ver .Ele parou numa ilha onde ha um restaurante simples , mas excelente. Comemos , descansamos e voltamos para o nosso passeio. Uma dica otima e’ almocar um dia no restaurante do Mountain Resort, onde ha a vista mais famosa da ilha , a parte mais fotografada.

A comida e’ boa , nao e’ muito cara e a vista vale a pena demais. Outra dica de comida e’ o Daya resort a noite. Ha um pescador que fica la com os peixes , vc escolhe e compra o peixe a kilo , como seria numa peixaria, e ele assa numa grelha , como um churrasco de peixe mesmo , mas e’ muito gostoso, vale a pena. Quanto a vida noturna , acho que se concetra mais perto de onde fica o seu resort , pois na ha muita iluminacao para ficar andando entre uma praia e outra a noite. Portanto conheci os bares da Pattaya Beach , que e’ a maior praia , e perto da prainha onde estavamos. Amamos o reagge bar , barracuda e peace and love(que coloca uns rapazes fazendo malabarismos com fogo , e’ bacana!), todos com tapetes a beira mar e a luz de velas , um presente para qualquer bicho grilo!

Pretinho tocando gaita a beira mar e luz de velas. Nao queriamos mais nada na vida!

Mais fotos do paraiso!

Essa eh a Sunrise Beach, que apesar de ter esse azul de doer os olhos, me deixou triste pelo cheiro de gasolina na agua. A maioria dos barcos ancoram la e isso faz o cheiro forte dominar a area!

Foi duro sair da ilha , principalmente porque depois ficamos somente um dia em Bangcoc e voltamos a Londres. Alias , minha dica final e’ fazer tudo nas cidades primeiro e depois relaxar nas ilhas. Para nos , a grande expectativa estava nas ilhas , e quase cai na besteira de ir primeiro nelas e matar minha vontade de praia logo , mas ainda bem que deixamos para depois. Foi compensador descansar depois de andar tanto , viajar dali para aqui , sempre carregando mala.

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 11 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Escreve todos os posts mas faz o blog junto com o marido, Klaus. Para saber mais sobre, clique no "sobre nós" na barra superior.

15 comentários em “Tailandia-Koh Lipe

    • dezembro 18, 2011 a 2:10 pm
      Permalink

      Poly, eh demais mesmo. E parece mentira, mas as fotos ainda nao sao tao lindas quanto o lugar. bjsss!

      Responder
  • dezembro 27, 2011 a 2:57 pm
    Permalink

    Não tenho como não repetir a interjeição da Poly…
    “Meu Deus”, esse lugar existe????
    Mas nessas praias tem “serviço de bordo”, quero dizer, barracas? Ó eu sonhando em tomar umas caiprinhas numa praia dessas… rs

    Responder
    • dezembro 27, 2011 a 7:34 pm
      Permalink

      Tem sim, Thiago! Na verdade nao sao barracas, sao restaurantes mesmo que funcionam o dia todo. Logico que eh uma coisa bem discreta e tranquila, sem ser uma barraca empuleirada na outra, na medida certa. E realmente eh o paraiso. E melhor, nao eh um paraiso ” enlatado” meio Caribe, sabe? Eh algo bem ilha deserta!

      Responder
  • Pingback: Tailândia | 225 Dicas de Viagem | Domingão de Twittadas

  • setembro 27, 2013 a 12:02 pm
    Permalink

    Oi td bom?
    Vou de lua de mel com meu marido no dia 5 de dezembro. Queria sua ajuda… Fico 3 dias em Bangkok, 4 em Siem Reap, depois desço para PhiPhi por 5 dias, de lá vou para Koh Lipe. Qual a melhor maneira de chegar? Vi que tem speedboats que vão parando em algumas ilhas que chegam lá! Outra coisa, tenho a opção de ficar em Koh Lipe do dia 19 (chego a noite) ao dia 22 para voltar p Bangkok e ficar dia 23 e 24 e ver o q faltou na capital ou aumentar mais um dia em Koh Lipe e voltar dia 23 p Bangkok o q vc acha?

    Responder
    • setembro 28, 2013 a 6:24 pm
      Permalink

      Manu, eu fui para Koh Lipe de Bangkok, não de Phi Phi, então não sei qual a melhor opção. Mas de Bangkok foi bem dificil chegar, mas garanto que vale a pena. A ilha é maravilhosa! Eu ficaria mais tempo em Koh Lipe Viajar para ficar só 2 dias nao vale a pena pois leva um tempo para chegar e sair de lá. Com certeza cortaria os dias de Bangkok para isso, apesar de ter achado a capital tailandesa interessante.. Ou mesmo ficaria 4 dias em Phi Phi e colocaria esse dia a mais lá.

      Responder
  • novembro 19, 2013 a 6:07 pm
    Permalink

    Oi Lili,
    Muito obrigada pela recomendação. Na verdade meu voo foi antecipado para o dia 23, por isso não tenho hipotese de ficar mais tempo em Koh Lipe… Mas eu consigo ir direto de Phi Phi para lá! São 6 h de barco…Mas pelas suas fotos, mesmo que a viagem seja cansativa resolvi arriscar. Chego em Koh Lipe dia 19 e tenho 2 dias inteiros para ficar lá. Neste caso… você pode me ajudar em como aproveitar melhor o pouco tempo que tenho?
    Outra coisa, para sair da ilha e voltar para Hat Yai é muito complicado?
    Desde já mto mto obrigada pela atenção!!!

    Responder
    • novembro 19, 2013 a 9:18 pm
      Permalink

      Manu, com dois dias por lá eu ficaria um dia só na ilha pelas praias(leva um óculos de mergulho, da para ver muito peixe no rasinho mesmo). E no segundo dia eu alugaria um barco com algum pescador para passar o dia visitando ilhas vizinhas e fazendo snorkelling. Recomendo fortemente passar longe de agências de turismo para este passeio. Um pescador vai te cobrar menos, vc pode juntar com 1 ou 2 pessoas, sair e voltar a hora que quiser, parar onde bem entender e ainda vai pagar menos. E isso serve para qualquer outra ilha na Tailândia. Negocie que o preço cai. Quase todo hotelzinho tem um barco e pode arrumar alguém que faça o passeio. Quanto a Hat Yai, foi um parto chegar lá. 2 barcos e 2 vans. Demorou, mas como faz tempo, pode ser que tenha mudado e melhorado. Conheci quem foi de Cingapura e achou bem mais fácil chega na ilha.

      Responder
  • maio 7, 2014 a 3:32 am
    Permalink

    Liliana que bárbaro seu blog, amei, a maneira como conta, o que busca, é muito parecido com que busco e a maneira como viajo.
    Me ajuda? Quero passar o reveillow de 2014/2015 em Koh Lipe, a princípio estarei sozinha. Essa Pousada que vc ficou não é para casais? Que vc me aconselharia para eu não me sentir tão só?!! Faço 50 anos dia 01.01, e AMO praia, já estive na Tailandia há 19 anos atrás. Estive na Linda a maravilhosa Koh Phi Phi quena época era quase virgem e não tinha quase nenhum turista….eu detesto praia cheia e turismo de massa….enfim, creio que Koh Lipe é o que busco… o que vc me aconselharia aonde ficar lá? Pois achei sua pousada o máximo…e outra coisa, já que estarei indo na alta temporada, quero reservar tudo daqui, será que consigo? E vc disse que comprou a passagem antecipadamente, é isso? como faço? Aonde vc comprou? Queria sair com tudo pronto daqui…chego em Bankgkok dia 27 e queria ir pra Koh Lipe dia 30 e ficar até dia 05.01…..obrigada pela ateção e fiquei fã do seu blog. 1 beijo e aguardo ansiosa suas dicas! Tks
    Marilu

    Responder
    • maio 7, 2014 a 10:41 am
      Permalink

      Marilu,
      Obrigada, fico feliz que o blog tenha ganhado mais uma fã,rs. Olha, talvez por estar sozinha, essa pousada que fiquei não seja a melhor pedida. Ela não é para casais, você pode ficar lá sozinha sim, mas fica numa parte bem isolada então talvez uma opção melhor seja ficar em algum hotel na Pattaya beach que é mais longa e tem bastante coisa para fazer a noite. Nas outras praias você fica mais isolada. Não sei o quanto a ilha cresceu de quando estivemos lá até hoje, mas acredito que algumas coisas já tenham mudado, e que a ilha esteja mais desenvolvida que antes. Na época que fui não tinha luz elétrica na ilha, portanto quem ficava hospedado num local mais isolado tinha dificuldade para se divertir a noite, já que a volta para o hotel tem que ser no escuro, o que pode ser tranquilo quando você só tem que andar pela praia, mas um pouco complicado quando você precisa atravessar a ilha toda para chegar ao seu destino. As passagens de avião eu comprei pelo site da Air Asia, muito fácil e tranquilo, eles tem um serviço bacana, recomendo. Começar uma nova década e um novo ano em Koh Lipe é uma excelente idéia! Eu amei a ilha, e espero que mesmo com o desenvolvimento ela não tenha perdido sua essencia de paraíso como antes. Bjs e volte sempre 🙂

      Responder
  • Pingback: 7 lugares poucos visitados por brasileiros que você precisa conhecer | Catálogo de viagens

  • fevereiro 26, 2016 a 9:01 pm
    Permalink

    Liliana, parabens pelo blog. Eu e esposa (40 e 32 anos), ficaremos em Bangkok entre os dias 04 e 08/05. Ate aí tudo bem..rsrs. Porem, propus a ela que apos Bangkok seguirmos para Krabi-Bakbara e entao Koh Lipe, para fugirmos do turismo clichê, muvuca, etc de Phi Phi (apesar de me parecer linda). Estamos na dúvida entre ficarmos em Phi Phi ou perder um pouquinho mais de tempo com transfer, ferrys e irmos direto para Koh Lipe e deixar para conhecer Phi Phi em outra oportunidade, ja que pelo pouco tempo que tempos ficaria inviavel conhecer esses dois paraisos na mesma viagem. Se fosse vc com o maridao rsrsrs…o que escolheria? Koh Lipe ou Phi Phi?? Abraço e obrigado pela oportunidade.

    Leonardo Pimenta

    Responder
    • fevereiro 29, 2016 a 3:31 pm
      Permalink

      Leonardo,
      Essa reposta é fácil porque de fato foi o que eu escolhi: Koh Lipe. É uma opinião completamente parcialmente já que eu não fui a Phi PHi mas fui a Koh Lipe. Mas pelo que li a respeito de Phi Phi e arredores não tive dúvida: não era pra mim. Quer dizer, eu não tinha tenho para ficar lá e em outras ilhas mais vazias, então como tive que escolher uma só, foi Koh Lipe sem arrependimento! Tenho amigos que foram as duas e tb preferiram Koh Lipe. Mas logico que só depende de voces e do que procuram. Sossego, um local mais virgem, menos badalado mas mais intocado. Ou mais estrutura, badalação e talvez pouco sossego!

      Responder
  • Pingback: 7 coisas que já fiz em viagens e me arrependo - Catálogo de viagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.