Croácia de carro

Achei importante falar um pouco sobre as estradas da Croácia e como foi viajar de carro por lá, ja que alguns amigos me perguntaram sobre isso na volta. As viagens que fizemos foi Split- Korenica, Korenica-Split , Split Hvar,Hvar-Dubrovnik e andamos dentro de Hvar.

Para começo de conversa, as estradas em geral são ótimas!

A primeira estrada que pegamos foi de Split até Korenica, cidade onde ficamos hospedados na região dos Lagos Plitvice.

Apesar de termos alugado GPS, acabamos entrando num lugar errado e decidimos comprar um mapa no meio da estrada. Desnecessário dizer que é uma mancada não  ter comprado este mapa antes. Indispensável, com ou sem GPS é um tal do mapa rodoviário. Mas se você tem um GPS vagabinho que nem o nosso fica ainda mais importante. Já tinho lido que existe mais de um caminho e o mais rápido e melhor é logicamente o que se paga pedágio. O pedágio foi barato, coisa de 10 libras.  A estrada tem seus encantos também! Amo uma tiazinha fofa como esta e adoro queijo. Somado ao fato de que  também adoro provar umas porcarias típicas compradas em feiras e lugares “exóticos”,arar para comprar o queijo foi obrigatório. Nem foi barato, mas a tiazinha mereceu e muito! Com aquele sol na moleira ela estava lá, vendendo sorridente. Fofa! Ela ficou toda feliz quando pedimos uma foto. E o queijo era uma delícia, meio mole por dentro e defumado.

Quase chegando na vila onde ficamos hospedados, vimos vários porcos no rolete!

É uma delicia, eu amo carne de porco, e peço perdão aos vegetarianos para dizer que comeria fácil. Mas confesso que sinto um misto de agonia e pena de ver o bicho assim, por maior hipocrisia que seja, pois vendo no supermercado não sinto culpa alguma. O dono do hotel disse que é uma comida típica da região. E deve ser mesmo pois quando voltamos do parque, esse porquinho que está praticamente cru ai, tinha acabado!

Já as estradas de Hvar não são tão boas, embora a entre Stari Grad e Hvar town seja ótima e super nova.  Aqui neste post eu falo um pouco mais sobre as estradas que passamos em Hvar e neste aqui também tem um pouco. A entre Stari Grad e  Sucuraj é a mais embaçada. Assim como nas estradas de Hvar, as alturas e precipícios em várias partes. Como a Croácia é cheia de montanhas, em alguns caminhos é invitável andar pelas alturas. O caminho pós ferry de Hvar entre Drvenik e Dubrovnik é tranquila também e pagamos pedágio em um ponto. Essa foi uma das partes mais bonitas das estradas que passamos. Uma coisa super estranha é que se passa pela Bósnia para chegar a Dubrovnik por terra tanto de Split quanto por Drvenik. Só pelo mar que não.

A cidade é Neum, e a “viagem” pela Bósnia dura apenas alguns minutos. Uma dúvida que tive a respeito disso é sobre o visto. Brasileiros precisam de visto para a Bósnia.  Tirar visto só para ficar meia horinha lá me parecia meio surreal. Ou mesmo pagar um visto de transito não seria a melhor coisa do mundo. Mas para passar por Neum não precisa. UPDATE: Brasileiros não precisam mais de visto para a Bósnia.Uma coisa MUITO importante que você vai ouvir falar muito se pesquisar sobre este caminho, mas não custa relembrar é se certificar se o seguro do carro cobre este trecho. Porque pensa na dor de cabeça e no preju se o carro resolver quebrar justo nesses poucos minutos dentro da Bósnia? E pode acontecer!

Das coisas curiosas da estrada, duas nos fizeram rir muito. Uma foi a placa para sinalizar o limite entre o cidade e outra. Era a placa da cidade anterior riscada.

Acabou Korenica,hahaha. Sou besta de rir a cada placa desta??

E depois de tentar decifrar a razão desta placa descobrimos que é a rádio que pega na região,hahaha. Achei divertido mas prático também.

Como passamos por várias estradas pagas eu recomendo todas elas mesmo que isso aumente o gasto. E mais, os pedágios não são tão caros mesmo. Acho que devemos ter pago no maximo 50 euros no total. E isso por uma estrada melhor, muitas vezes mais curta e bem sinalizada.

Alugamos um carro pela AVIS ainda online, pegamos no aeroporto de Split e devolvemos em Dubrovnik, também no aeroporto. Os dois motoristas tinham carteira internacional, mas não tenho certeza se realmente era preciso.

E por aqui eu encerro os posts sobre a Croácia!

Para ler toda nossa série sobre o país, clique aqui.

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

47 comentários em “Croácia de carro

  • maio 21, 2012 a 1:12 am
    Permalink

    Gostei das dicas, bem praticas e com gostando da viagem… Gostaria de mais informações sobre ir a Dubrovnik de carro, e passar pela fronteira da Bósnia! Se puderes ajudar agradeceria. Obrigada

    Responder
      • fevereiro 24, 2013 a 3:16 pm
        Permalink

        Bom, não custa lembrar também de estar SEMPRE com o passaporte na mão! Para quem viaja muito, isso pode ser óbvio, mas pra quem tá começando isso agora, não custa lembrar… 🙂

        Responder
  • outubro 1, 2012 a 1:56 am
    Permalink

    Ola… Parabéns pelos post… Estou projetando uma viagem pela Córsega, Sicilia e depois Bari. De Bari estou pretendendo pegar um ferri para a Cróacia….. Só tem um porém… Como vcs se viraram com o idioma na Croácia?
    Abraços…
    Alexandre Demamann
    alexandre@demaman.com.br

    Responder
  • outubro 1, 2012 a 5:52 pm
    Permalink

    Alexandre, não se preocupe, nos viramos muito bem com inglês. E nas situações que ninguém falava inglês tudo acontecia na mímica mesmo. Vá tranquilo que com um inglês básico, ou mesmo italiano, fome e sede você não passa! Os croatas não são abertos como nós latinos mas não são antipáticos e ajudam bastante os turistas.Abs!

    Responder
  • fevereiro 23, 2013 a 4:05 am
    Permalink

    Lilistahr, pretendo viajar, agora em final de abril, pela Europa Central e passarei pela Croácia (de Ljubljana para Split e Dubrovnik e no retorno passando por Plitivice e daí a Budapest).
    Farei todo o trajeto de carro, comprado na França.
    Na França não precisa, mas será que é necessário, na Croácia, que se tenha uma carteira internacional ou a nossa CNH basta?
    Aconteceu de você ser parada na Croácia?
    Tenho também um monte de questões a respeito de dinheiro: cartões de crédito, ou débito, ou cash, ou cartões VTM. Como vou passar um mês por lá, gostaria de saber se você tem sugestões do que seria mais adequado.
    Obrigado.

    Responder
    • fevereiro 23, 2013 a 10:40 am
      Permalink

      Scan, nós usamos carteira internacional sim, mas honestamente nao sei se é obrigatório ou nao. Melhor prevenir do que remediar, eu acho. Só mostramos os documentos na parte da estrada onde tivemos que cruzar a Bósnia. Quanto ao dinheiro, levamos pouquíssimo cash. A maioria foi tirado no cartão de debito e o vtm e foi tranquilo. Sugiro que você vá aos lugares que fui e gaste mais tempo em Split e Hvar, iria também a outras ilhas. Tem algumas na parte norte que deixei de ir e sao lindas. Também iria ao parque de Krka que nao é tão impressionante quanto o parque Plitivice mas é bem bonito e acho que vale a pena para quem tem tempo.

      Responder
      • fevereiro 23, 2013 a 6:59 pm
        Permalink

        Pois é, Lilistahr. Estou pensando em levar um VTM (que não sei exatamente como funciona e onde posso fazer saques), um cartão de crédito/débito (que também não sei se será fácil achar caixas eletrônicos afiliadas ao Santander) e um pouco de dinheiro.
        Talvez 30% em VTM, 30% cash e deixar o resto para cartão de crédito/débito.
        Não conheço as dificuldades no Leste, principalmente Polônia e, acredite: este está sendo meu principal problema e que me tira o sono 🙁
        Foi tranquilo pra vocês fazerem saques com o VTM?
        Ouvi dizer que é melhor pagar os hotéis com euros ao invés de trocá-los pela moeda local em casas de câmbio e depois reconvertê-los para euro novamente no hotel, em câmbios geralmente não muito vantajosos. O problema é saber se posso pagar todos os hotéis com notas de euros…mandei email a vários deles, mas não obtive resposta. Provavelmente nem entenderam a questão.
        Muito obrigado pelas sugestões, incluindo as de trajeto. Já havia recebido informação sobre Krka, talvez seja uma boa parada na volta antes de Plitivice.
        À medida que as dúvidas me assaltarem, abusarei de você e espero contar com seus bons conselhos.
        Um abraço e, mais uma vez, obrigado.

        Sergio

        Responder
    • fevereiro 24, 2013 a 4:12 pm
      Permalink

      Olá! Sobre a CNH: eu e meu namorado fizemos a internacional por precaução… pelo problema que pode evitar, nem é tão cara…. um pouco mais de 100 reais, isso há dois anos. E o processo de solicitação é simples. Procuramos o Detran, fizemos a solicitação e uns dez dias depois estava pronta. A carteira nada mais é que um livrinho que mostra em diversas línguas as categorias de veículos para as quais a carteira é válida e em quais campos estarão suas informações. É uma espécie de manual de como ler a sua CNH nacional… Imagina um guarda de trânsito do Croácia em final de expediente tentando decifrar o que está escrito na sua CNH nacional… vamos evitar a fadiga, né? 🙂

      Responder
  • fevereiro 24, 2013 a 3:59 pm
    Permalink

    Olá, Sergio. Estive com Lili nesta viagem e falo consegui toda tranquilidade que levar a maior parte do dinheiro em VTM foi a melhor ideia de todas! Primeiro porque é uma segurança, já que se for roubado, você poderá bloqueá-lo. Mas faça isso logo, porque para comprar não é preciso senha, basta assinar o comprovante de compra. Uma dica legal de segurança também é assinar aquele campo de assinatura do cartão, o que não costumamos fazer…

    Enfim, fora isso, ele é muito prático. É como ter um cartão de débito. Onde aceita Visa, você pode usá-lo. E muitos lugares aceitam Visa. Para saque ele é ótimo também. Não me lembro de ter tido dificuldades em lugar nenhum com isso… usamos o emitido pela Travelex. Se não me engano, no caixa eletrônico da própria Traveler você não paga nada para sacar. E em caixas da rede conveniada, que são de outros bancos e possuem a bandeira Plus você paga uma pequena taxa.

    Cheque essa informação sobre rede conveniada pra saque onde for fazer o cartão. Consulte também uma outra informação que não estou lembrando agora: se o saque é feito em moeda local, no caso da Croácia a kuna, ou na moeda em foi emitido o cartão. Eu levei um cartão de libras pra quando usar em Londres e um cartão de euro pra usar na França e na Croácia). Você pode levar apenas um pra vários países, mas fica vulnerável às oscilações do câmbio…

    Sobre onde conseguir o VTM, ele é emitido por bancos e também por casas de câmbio. O meu eu comprei numa casa de câmbio (Turismo 10, não sei se é nacional ou só tem m Vitória). Veja onde será mais prático um contato em caso de emergência e quais as taxas mais baratas de emissão e de câmbio…

    Uma questão que perguntou que não lembro de jeitinho nenhum é sobre a moeda com meu pagamos os hotéis! Você lembra, Lili? De qualquer forma, trabalho a moeda local rm mãos é sempre importante! Lembro que fizemos câmbio assim que chegamos no aeroporto. Se o VTM sacar em kuna, troque apenas uma pequena quantidade quando chegar…

    Responder
  • fevereiro 24, 2013 a 7:05 pm
    Permalink

    Sergio, convoquei minha prima para responder! Nós pagamos os hoteis em moeda local(kuna) ou cartão de crédito.

    Responder
  • março 23, 2013 a 1:34 am
    Permalink

    Vcs alugaram o carro ainda no Brasil ou lá na hora? E qual foi a locadora? Irei fazer o trajeto subindo, Split-Plitvice-Zagreb.

    Responder
    • março 23, 2013 a 10:10 am
      Permalink

      Camila, alugamos carro pela internet, por Londres. Usamos a Avis e foi super tranquilo. Só chegamos lá e pegamos o carro no aeroporto de Split mesmo.

      Responder
  • junho 24, 2013 a 5:02 pm
    Permalink

    LilisTahr, vamos à Croácia em Agosto (21/Ago a 07/Set/2013). Fizemos reservas pelo BOOKING nas cidades de Zagreb, Rovinj, Zadar, Split e Dubrovnik. Reservamos carro com a AVIS. Qual foi sua experiência com os hotéis e “apartments” na Croácia? Abraço, Luís Henrique Cabral & Neli Cabral – Rio de Janeiro (RJ)

    Responder
    • junho 25, 2013 a 9:19 am
      Permalink

      Nossa experiência foi ótima! Todos os hotéis e principalmente apartamentos foram ótimos e com preços excelentes.

      Responder
  • junho 24, 2013 a 5:19 pm
    Permalink

    Lilistahr, li num site de uma agência de viagens que brasileiros não precisam de visto para permanência de até 90 dias na Bósnia. Confere?

    Responder
    • junho 25, 2013 a 9:18 am
      Permalink

      Luis, nao foi isso que li. Pelo que sei os brasileiros precisam de visto sim, mas para passar pela fronteira nao. De qualquer maneira se informe nos sites dos consulados e embaixadas. Melhor se valer de uma informação oficial para essas coisas!

      Responder
  • agosto 22, 2013 a 2:57 pm
    Permalink

    Lilistahr, gostaria de saber se é possível chegar ás principais ilhas da Dalmácia de carro, através de balsa ou ferry. É que estou querendo viajar de carro pela Croácia, parando aonde me der na telha, principalmente nas praias

    Responder
    • agosto 27, 2013 a 9:55 pm
      Permalink

      Marco, so entramos de carro em Hvar, mas acredito que na maioria das ilhas conhecidas seja possível sim.

      Responder
  • agosto 27, 2013 a 10:52 pm
    Permalink

    Olá, tudo bem? Eu estou indo agora em setembro para Croacia e meu voo chega em Split, quero conhecer, Split, Hvar< Dubrovnik e a região dos lagos, meu voo chega por Split e eu ainda não comprei o voo de volta, eu tenho opção de sair por Split ou Dubrovnik, o que vc me sugere, levando em consideração as cidades que eu quero visitar.
    Obrigada 😉

    Responder
    • agosto 28, 2013 a 3:52 pm
      Permalink

      Foi exatamente o que fizemos, Ana Julia! Como chegamos e Split e voltamos por Dubrovnik e funcionou muito bem, sugiro o mesmo! Tem bastante voo de companhias low fare saindo de Dubrovnik, acho ideal.

      Responder
  • setembro 25, 2013 a 6:48 am
    Permalink

    Oi! Adorei as suas dicas! estamos panejando ir pra croacia tb de carro no ano que vem, no roteiro vamos chegar em zadar – paruqe dos lagos – split – korcula – dubrovnik e subir de volta pra zadar pela estrada que passa pela bosnia. Minha maior duvida é em relaçao aos ferries. vale mesmo a pena alugar um carro e pagar pelo transporte nos ferries? vocês compraram as passagens desses trechos antes ou é facil comprar lá? desde ja agradeço.

    Responder
    • setembro 26, 2013 a 3:35 pm
      Permalink

      Natália, em geral financeiramente eu acho que alugar carro só compensa dividindo com 3 ou 4 pessoas. Para nós mesmo assim ficou mais caro do que transporte publico. Mas ser mais caro não significa que é pior. O carro te dá mais liberdade e apesar de termos passado muito tempo na estrada, pudemos fazer o roteiro do nosso jeito e não de acordo com os horários dos trens e ônibus. O ferry de Split até Hvar foi mais caro que os outros mas os demais foram baratos, mas não lembro os valores de cabeça. Se você tem bastante tempo, o transporte publico nao deve ser problema. Mas com tempo contado nem pense 2 vezes, alugar carro é a melhor opção mesmo. Compramos tudo lá, pelo menos quando fomos os ingressos so eram vendidos algumas horas antes do ferry sair. E fique tranquila, os preços na Croácia sao até um pouco abaixo da Europa ocidental, com exceção de Dubrovnik.

      Responder
  • novembro 8, 2013 a 6:10 pm
    Permalink

    Estou planejando ir para a Croácia, e queria saber sobre as sinalizações nas estradas, se as indicações das cidades estão também em inglês, se é muito dificil rodar por lá de carro, pretendo chegar por Zagreb, passando por Plitvice e seguindo para Split, Hvar e Dubrovnik. Obrigada 😉

    Responder
    • novembro 11, 2013 a 12:46 am
      Permalink

      Cristiane,
      nos embolamos somente em uma parte da estrada de Split para os lagos, mas foi culpa do GPS. Vimos muitas placas em ingles sim e foi super tranquilo rodar por lá. A Croácia esta mais preparada para o turismo do que pensamos. Vá tranquila!

      Responder
      • novembro 14, 2013 a 10:37 am
        Permalink

        Obrigada Lili pela informação!
        Abraço

        Responder
    • dezembro 14, 2014 a 11:40 pm
      Permalink

      Olá Cristiane!
      Estou planejando exatamente esse mesmo roteiro e estou nos blogs atrás de informações. Vc já realizou? Achou viável e interessante? Não sei Qto tempo vc tinha disponível, ficarei por uma semana. Pretendo chegar por Zagreb e voltar ( para Amsterdan) por Dubrovnik. Se puder entrar em contato agradeço muito!
      Obrigada,
      Claudia Vasconcellos

      Responder
  • fevereiro 4, 2014 a 9:26 am
    Permalink

    Garotas bom dia, estou indo a Zagreb (Maio/2014) e pretendo alugar um carro para ir até cidade de Mrkopajl e sunger (Perto da Cidade de Delnice), depois ir até ao Parque Plitvive e me estender ao litoral. Gostaria de alguma dica do passeio por este trecho das rodovias.

    Responder
    • fevereiro 4, 2014 a 3:47 pm
      Permalink

      Alvaro, fomos a Split, Hvar, Dubrovink e os Lagos. Da uma olhadinha nos posts da Categoria Croácia, que está tudo lá; dicas do que fizemos, onde nos hospedamos,etc. Acho complicado dar dicas genéricas, mas do que eu vi achei e achei mais imperdível foi Dubrovinik e os lagos. Aproveite!

      Responder
  • agosto 17, 2014 a 1:15 pm
    Permalink

    Ola lilistahr! Estou planejando minha viagem para a Croacia e queremos levar nossa filha de 7 anos. Voce acha tranquilo viajar com crianca pela Croacia? E em Hvar, mesmo sendo um ambiente bastante jovem, voce acha que da para manter o clima familiar? Obrigada!

    Responder
    • agosto 19, 2014 a 8:55 am
      Permalink

      Fabíola, não ficamos em Hvar town, ficamos em Stari Grad e lá é bem familia. Mesmo assim não achei Hvar a Ibiza da Croácia como disseram. Honestamente não vi essa festa toda que falam. Vá tranquila que tem espaço para família também!

      Responder
  • agosto 19, 2014 a 12:58 am
    Permalink

    boa noite, vou alugar um carro em Split e devolver em Zagreb, tentei pela Hertz, mas está muito caro, vi nos posts acima sobre a Avis, mas não tem em Split, alguma dica de locadora de carro?

    Responder
  • janeiro 29, 2015 a 5:38 pm
    Permalink

    Ola! Vou para a Croacia em julho, com meu marido e filha de 7 anos. Pesquisando o aluguel de carros, percebi que os valores das grandes empresas de locacao sao altissimos e alugando pela Economy car rentals consegui valores melhores com empresas locais. Pergunta: alguem teve experiencis com a H&M, Oryx ou Avant? Obrigada!

    Responder
  • fevereiro 27, 2015 a 8:28 pm
    Permalink

    Pessoal estou pensando em ir de carro de Praga a Dublin ida e volta. Alguém já fez esse roteiro ou parte dele? Abraços

    Responder
  • março 3, 2015 a 9:09 pm
    Permalink

    Fui 2 vezes para Croácia, ambas de carro alugado pela Hertz em Frankfurt e rodei toda a região próxima de onde estava e boa parte das ilhas. Em agosto de 2013 fiquei 4 dias em Novalja e fiz um bate volta nos lagos Plitvice, e 3 dias em Split sendo 1 deles bate volta de ferry para a ilha de Hvar. Depois peguei Ferry de Split pra Itália. Em setembro de 2014 passei pela ilha Krk, fui descendo até a região de Brela (praia mais bonita do pais), onde fiquei 3 dias, sendo um deles um bate volta de ferry na ilha de Brac saindo de Makarska, e no outro dia um bate volta de ferry em Hvar saindo de Drvenik (ferry mais barato do que de Split, mas tem que andar muito na ilha). Continuei descendo até Montenegro, fiquei uns dias la e depois voltei para a Croácia passando por Dubrovnik e seguindo viagem para Eslovenia. Entre Dubrovnik e Bosnia tem muita fiscalização da policia, inclusive fui parado e multado por velocidade pelo radar móvel do policia, pagamento na hora em dinheiro (150 kunas). No resto do pais praticamente não vi policia nas estradas, seja a estrada litorânea ou a autoestrada, ambas de norte a sul do pais. Estrada litorânea é cheia de curvas e com muito trafego mas o visual do mar com as montanhas é sensacional, as estradas das Ilhas de Brac e Hvar são a mesma coisa. Já na autoestrada pagamos o pedágio pelo tanto que rodamos, limite de 130km/h mas muitos andam muito a mais do que isso já que o asfalto é perfeito, tem poucas curvas, lembra muito uma Autobahn alemã. Acho a melhor opção da Croácia andar de carro, visitando todas as lindas praias quase escondidas. Qualquer duvida que tiverem só me mandar e-mail, felipebrunosoares@hotmail.com.

    Responder
  • março 24, 2015 a 10:45 am
    Permalink

    Catariana. bom dia. Eu sou agente de viagens. Tenho dos passageiros indo a Croácia. Eu sou meio perfeccionista. Além das informações que tenho, gostaria muito de seus comentários. Tem algum problema passar com carro alugado pela Bósnia? Obrigada e bom dia.

    Responder
    • março 30, 2015 a 12:16 pm
      Permalink

      Fui pra lá em 2013 com um carro comprado na França (com placa vermelha de “não residente em países da UE”) e não tive problema algum. Aliás, na fronteira com a Bósnia não tinha vivalma, nem na entrada, nem na saída.

      Responder
  • março 24, 2015 a 12:56 pm
    Permalink

    Oi!! Vc usou que carteira de motorista para dirigir lá? De qual país? Obrigada. Tenho a da Bélgica e do Brasil, não sei se são válidas.

    Responder
    • março 30, 2015 a 9:37 pm
      Permalink

      Usei a carteira de trânsito internacional conseguida aqui no Brasil. Rodei 9600 km por 9 países e em lugar algum me solicitaram que a mostrasse.

      Responder
  • julho 12, 2015 a 11:42 pm
    Permalink

    Scan,
    Que locadora foi utilizada? Estou com bastante dúvida e não tenho encontrado com clareza nos sites das locadoras a respeito de rodar em países como Montenegro, Bósnia e Sérvia.

    Responder
    • julho 13, 2015 a 12:16 pm
      Permalink

      Bom dia, Marlon.
      Pelo fato de não podermos rodar pela Europa central com carro alugado na França (nenhuma locadora permite), tivemos que comprar um…

      Responder
  • outubro 28, 2016 a 8:29 pm
    Permalink

    oi pessoal, muitas informacoes bacanas por aqui. Lili, saberia me dizer se há algum problema em alugar o carro na Croácia e dar uma esticada até Veneza? grata

    Responder
  • fevereiro 19, 2017 a 2:40 am
    Permalink

    Lili, boa noite! Adorei o texto… Minha família adora viajar (eu, marido e duas crianças)…Programamos a próxima viagem 20 Dias… Com seguinte roteiro Veneza – Trieste – litoral da Croácia (Split e Dubrovinick) – Lagos Pritvice – Zagreb – Liubliana – Salzburg – Innsbruck – Milão…Ficamos preocupados que as locadoras de carro não permitem aluguel dos carros para Leste europeu…Vc tem fica de alguma de locadora que permita esta locação?
    Obrigada, Luciane

    Responder
    • fevereiro 20, 2017 a 2:46 pm
      Permalink

      Luciane,
      Não sei bem… Alugamos o carro e usamos só na Croácia mesmo.

      Responder
    • maio 10, 2017 a 2:48 pm
      Permalink

      Luciane, eu usei a rental car se nao me engano… Tenta reservar antes pq fica mais barato. Mas devolvendo em outro pais complica mesmo. Nao sei qual companhia faria isso…

      Responder
  • junho 19, 2017 a 6:52 pm
    Permalink

    Pretendo fazer Croácia de carro e as Ilhas Jonicas, na Grecia, no mesmo roteiro (Zakintos, Kefalonia e Lefkada. Qual seria o roteiro mais racional? Começar pela Grecia e terminar na Croácia ou o inverso?
    já conheç Atenas, de modo que é dispensável ir até lá.
    Aguardo as sugestões e informações.

    Desde já obrigado

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *