Neuschwanstein- o castelo inspiração da Cinderela

Outro bate e volta que fizemos a partir de Munique foi para o famoso castelo de nome impronunciável. Esse é um day trip que 99% das pessoas que vão a Munique fazem. E realmente é  obrigatório porque é lindo mesmo.

Chegar em Fussen, cidade que abriga o tal castelo, a partir de Munique é simples. Um trem, 2 horas e um bayern ticket. Chegando na cidade ainda tem que pegar um ônibus até o inicio da subida, quem tem o Bayern ticket não precisa pagar este ônibus, é só apresentá-lo ao motorista. Este ônibus te deixa na beira da subida de onde se vai aos dois castelos, o Neuschwanstein e o Hohenschwangau. Dali em diante você pode ir a pé, pagar um ônibus ou charrete(ai o Bayner ticket não vale! Tem que pagar).

Eu subi de ônibus, e no final conto sobre a descida.

Pagamos 42 euros(os dois) para irmos aos dois castelos. Os horários são friamente calculados, como tudo na Alemanha!

Todas as visitas são guiadas e se tem aproximandamente 30 minutos em cada castelo. As visitas são dividas em grupos, e além do horário que se compra o ticket e a disponibilidade, o que determina isso também é o idioma escolhido. Incrivelmente eles tinham português! Não era com um guia em pessoa e sim o eletrônico, mas foi uma emoção! Cada grupo entra num horário marcado, e se atrasar pode esquecer! Perdeu o horário, perdeu a visita.

Primeiro fomos ao Hohenschwangau.

O castelo é bem mais baixo que o Neuschwanstein, e também não tem nem metade da sua fama e beleza.

Foi legal a visita, mas honestamente achei  meio dispensável. Estávamos com pouco tempo e acho que seria melhor aproveitado se tivessemos visto o castelo de perto sem necessariamente entrar nele e pagar mais uns euros amigos para isso.

Antes de subir para a grande atração demos umas voltas por ali. A natureza não decepciona!

Depois de pegarmos o ônibus, rapidinho chegamos lá.

Juro que conhecer a Alemanha era um sonho adolescente meu. Houve uma época que encasquetei que queria aprender alemão!rs Já tinho ido a Berlim, mas ver este castelo de perto resumiu exatamente o que minha cabeça imaginava sobre este país!

Foram muitas fotos! Estava feliz mesmo. Eu ainda sou uma viajante deslumbrada. Quero ser sempre. Quero que as coisas lindas, que os ícones que saem dos livros para os meus olhos sejam sempre acompanhados de muitos sorrisos e frios na barriga, não importa o quanto do mundo eu já tenho visto! O dia estava feio, o castelo estava em reforma e cheia de tapumes, mesmo assim este castelo me deu uma euforia que nem sei explicar,rs.

Não se pode tirar foto dentro do castelo, mas vale muito a pena entrar lá. Cada centavo!!!

E o fato da visita ser guiada torna tudo mais interessante.

Neuschwanstein foi um presentão de Ludwig para a Alemanha!

De lá se tem uma vista privilegiada.

Na saida a gente se perdeu um pouco e não fomos pela saida certa para pegar o ônibus. Já estava escurecendo, nevando e achamos melhor voltarmos a pé mesmo pois até encontramos o local do ônibus o último já teria saido e ficaria ainda mais escuro para ir a pé.

E aí fomos nós. Levando em conta o frio, a neve e a escuridão eu achei até tranquilo!

Sente o breu da chegada:

É o tipo de cliche necessário!

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.