Quando a viagem começa errada!

Eu não pretendo usar este espaço para falar mal de nada, prefiro usá-lo para recomendar coisas que me agradem. Mas quando uma coisa dá muito errado e a roubada é grande, a gente tem que avisar. E é para isso que este post vai servir, como um alerta!

No ano de 2010 fiz  uma daquelas promessas de final de ano para não cumprir, mais uma. Viajar menos para juntar dinheiro! ha! O que aconteceu foi que eu não comprei nada com antecedência como de costume mas acabei viajando o mesmo que sempre, e quando chegou o verão a vontade louca de ir para uma praia bateu e acabei comprando um pacotão de voo + hotel para uma praia turca num website que não conhecia porque estava barato. O nome do danado é Lowcostholidays.com A minha única preocupação foi que o site fosse protegido pelo Atol, que é uma  seguro que qualquer companhia que vende pacotes de viagens ou voos no Reino Unido deve ter. Isso não se aplica as companhias areas, que devem ter seu próprio seguro, só para agências de viagem, online ou não.

Quando compro online, só tomo o cuidado de pagar com cartão de crédito. Se comprar e o website for roubada é só cancelar a transação pois o cartão de crédito tem um seguro próprio. Isso pode funcionar quando você compra um celular, um creme, uma roupa que não chega, e é só ligar para o cartão e cancelar. É chato mas a dimensão do aborrecimento é muito maior quando o que se compra é uma viagem. Você provavelmente já vai ter reservado um hotel, férias programadas no trabalho, uma viagem sempre exige um mínimo de preparação por menor que seja e por menos que se goste de programar algo. E para mim o principal, você já preparou a cabeça e o coração para estar de férias. Íamos viajar na terça e na sexta recebi um email da Lowcostholidays.com avisando que a companhia do voo fretado quebrou e meu voo estava obviamente cancelado. Como tenho um email só para compras e tals, só abri o email no sábado. Quase tenho um treco! E tentei ligar mil vezes para a Low cost holidays e ninguém atendia. Ligações mil e nada. Emails mil e nada. Liguei para o hotel e eles disseram que  não podiam devolver o dinheiro. Mas me disseram que a reserva estava paga e que poderiam mudar as datas caso fosse preciso. Mas quem deveria pedir para fazer qualquer modificação era a Low cost porque o trato do hotel era com eles e não comigo. O jeito era sentar e esperar a segunda chegar para conseguir falar com alguém do website para resolver isso para mim. Segunda antes que  ligasse pela milésima vez para eles um dos meus vários emails foi respondido. Era uma boa alma que por sinal foi a única pessoa que me ajudou. Ela me disse que só era dizer a data que queria trocar a  reserva do hotel e ela faria isso para mim. Aí começou a busca por um voo pagável em pleno verão para a praia mais badalada da Turquia em pleno auge do verão. Desnecessário dizer que tudo estava o triplo do preço. Mas depois de muita busca encontrei uma passagem mais cara sim, mas menos que o dobro, o que era uma vitória. Comprei e contactei essa moça que me ajudou, no email dela ao inves do email geral de atendimento do website que parecia não servir para nada. Aliás, depois de milhões de emails, só na quinta feira uma pessoa me contactou sem saber que outra pessoa já tinha resolvido meu problema. Detalhe que minha viagem estava marcada para terça. Falta de Competencia demais! E marquei tudo para a sexta seguinte. Tenho seguro de viagem, mas o meu seguro não cobria este tipo de situação. Só mesmo se o voo fosse cancelado 24 horas antes, não lembro bem até porque o seguro já não é o mesmo. Mas enfim, a viagem saiu. E foi maravilhosa. O único problema que tive foi com o translado da volta, que também estava pago. Achei que estava tudo certo, até o último minuto. Por sorte tinha uma representante de viagem da agencia no hotel enquanto esperava o translado. Qualquer companhia séria tem um representante constantemente nos hoteis reservados, e só fui ver uma no meu último dia, 7 dias depois. Isso porque muita gente estava no meio das férias quando o problema todo aconteceu, eles deveriam ter mandado reforço para ajudar aquele monte de gente!  Ela me explicou que eu poderia perder voo caso estivesse contando com o translado e tive a sorte de não problema com ele na vinda.  E na confusão ela conseguiu um táxi, paguei e peguei o recibo, ela assinou o recibo e por 10 minutos não perdi o voo.  Mas para quem pensa que o problema tinha acabado, se engana. Ele só tinha começado! Como vi que seria muito dificil a comunicação com a agência de viagem, procurei pelo cartão de crédito. E o cartão me disse que não poderia fazer nada pois a companhia que faliu não foi a Lowcostholidays.com com quem comprei o pacote, e sim uma segunda companhia. Eles segurariam o valor da fatura sem juros até que o dinheiro fosse pago pelo seguro. Aí vi que realmente teria dor de cabeça. Fiz o pedido para a Atol via Lowcost e aguardei. Só recebi o valor do voo 9 meses depois! E também requeri o dinheiro do translado, que só foi pago 1 ano depois. Mas eles nunca me procuraram para me dar uma satisfação sem muita pressão. Para cada mil emails meus , recebia uma resposta. Minha razão para ter tomado tanta raiva da Lowcostholidays.com foi o atendimento pós problema. Eu realmente acho que nem comprando uma viagem com a melhor companhia do Universo se está livre de ter problema. Pode acontecer com qualquer um. Mas o x da questão é como uma companhia vai te tratar depois do problema, o quanto eles vão se preocupar que você tenha o minimo de dor de cabeça possível. E a falta de comunicação foi ridícula! Depois li muitas opiniões descendo a lenha na companhia. Falando que eles mudam os horários de voos e reservas de hotel no último minuto, coisas absurdas. Foi um erro primário meu, eu sei. Comprar um pacote baratão com uma agência que eu não conhecia, sem mesmo consultar as críticas dos websites especializados, foi burrice. Isso porque todo santo ano quebra alguma agencia de viagem na Inglaterra, bem no auge do verão. Já dava para prever. Mas a minha vontade de ir para uma praia e curtir um calor foi maior e eu ignorei qualquer intuição. No fim apesar de ter pago a mais pelo segundo voo e pelo translado, tive o meu dinheiro de volta, mas podia ser pior.  Aliás, o meu segundo voo foi comprado através de outro website que já conhecia e confiava, mas a companhia do voo fretado era “prima” da que faliu, e 2 semanas depois da minha volta, a tal companhia do segundo voo faliu também. Uruca pouca é bobagem,rs! E burrice também. A lição que ficou foi que realmente todo cuidado não é pouco, e lógico nunca comprar nada como a Lowcostholidays.com! E principalmente, que quando a gente quer muito viajar e decide tudo no calor da vontade sem avaliar nada, ficamos muito mais vulneráveis! Não sou a pessoa mais viajada do mundo, mas já fiz viagens suficientes para ficar esperta em relação a algumas coisas elementares, e mesmo assim na loucura de querer viajar eu ignorei todos os sinais. Me fu! Mas como apesar desse drama todo a viagem saiu e foi ótima, nos próximos posts vou falar dessa ida a  Turquia!

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

2 comentários em “Quando a viagem começa errada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *