Olimpíadas 2012, tudo que é bom dura pouco!

“É pretinha, suas semanas de carnaval acabaram”, disse o marido quando as Olimpíadas terminaram. Ele tem razão, aproveitei como se fosse um carnaval. Curtindo muito e dormindo pouco. Até de fantasia eu fui,rs! O clima da cidade mudou tanto, todo mundo num clima de alegria carnavalesca mesmo. Será que há 7 anos atrás eles já sabiam que em 2012 o país estaria enfrentando uma das maiores crises de todos os tempos e precisaria muito de uma festa dessa para levantar o astral do povo? Não sei. Mas funcionou ! A minha alegria deu uma baqueada no domingo. Fiquei de bode não só pelo fim, mas por ver de perto aquela prata dos meninos do vôlei. O que foi aquilo, minha gente? A gente já estava vizualizando o ouro no pescoço dos meninos, quando tudo mudou. Ninguém pareceu entender o meu mau humor, todo mundo achou que estava exagerando. Mas gente, vi 5 jogos dos meninos, acompanhei quase tudo de perto, e aquela virada no jogo foi péssima, dificil de engolir. Tanto que a única foto que tenho da entrega de medalha é essa:

Mas passada aquela sensação de “é assim mesmo que vai acabar??”” , eu acho que aprendi algumas lições de Olimpíadas para fazer numa próxima, se  algum dia  for novamente.

Comprar pelo menos 1 ingresso de um esporte rápido e que não envolve apenas 1 jogo e 2 países, como foi no judo. O judo foi a primeira coisa que vi nas Olimpíadas de Londres e um dos que mais curti! Isso porque a torcida é muito misturada e dá para conhecer um pouco da personalidade de cada torcida/povo, as lutas são rápidas e lógico porque o Brasil mandou super bem, ganhando seu primeiro ouro da competição nesse dia! Natação, ginástica artística e tantos outros esportes tem essa mesma característica e apesar de super populares, acho que vale a pena tentar!

Programe-se ! Os brasileiros vão ter uma certa dificuldade com isso, pois quaqlquer preparação que dure mais de 2 semanas não faz a cabeça do povo, a gente sabe disso. Acho que brasileiro só se programa para casar, hahaha. Mas um evento que o mundo inteiro quer comparecer, todo mundo tem que programar. Eu li casos de brasileiros, e conheci gente que fez isso também, que veio só para as Olimpíadas e não comprou nem meio ingresso antes! Gente, o mundo inteiro quer ver um evento desse, por melhor que seja o sistema de ingressos vai existir uma certa dificuldade! Londres errou feio no quesito ingresso, a gente sabe (fica a lição, Rio!) mas mesmo se tudo tivesse dado certo comprar ingresso não seria a coisa mais fácil do mundo. O mesmo serve para hotéis e passagens. Não espere encontrar aquele hotelzinho barato e uma passagem na promoção com 2 dias de antecedência.

Ver pelo menos 1 ingresso das fase classificatória- Eu compraria pelo menos 2 dessa fase pois a chance de ver seu país é bem maior, pois com 1 ingresso dá para ver mais de 1 jogo. Aqui os ingressos foram vendidos bem antes dos grupos serem sorteados e sem dúvida quem comprou para essa fase se deu bem. Sem contar que se o time não passa para a segunda fase num esporte que você sempre sonhou em ver numas olimpíadas, não fica aquele gostinho de quero mais.

Se jogue! Como disse, foi um segundo carnaval para mim. Não só porque fui a muitos jogos, mas porque me entreguei ao espírito de festa, e realmente aproveitei. Nos últimos dias eu me joguei tanto, que coloquei o perucon e virei atração nas ruas, muita gente querendo uma foto com a maluca aqui, rs.

Pense nos jogos olimpícos não só como uma oportunidade de torcer pelo seu país, mas um evento único! Eu adoraria ter visto vários esportes sem me importar nem um pouco se o Brasil estaria competindo. Tem alguns esportes que representam as Olimpíadas, como o atletismo, por exemplo. Então acho bem bacana poder ver algo assim, independente de ter para quem torcer ou não.

E por fim, a máxima do esporte vale também para o torcedor. O importante não é vencer, é competir. Não faça como eu e se deixe abalar por uma derrota, se emocione e vibre, e vá psicológicamente preparado para o resultado que vier, assim a diversão é muito mais garantida! Realmente me arrependi de não ter curtido mais a prata dos meninos do volei, pois triste ou não, qualquer medalha é um momento histórico para um país.

Acabo aqui minha série olímpica, com um vazio de leve, mas com muita lembrança boa e fotos no HD. Mesmo que eu vá a alguma olimpíada novamente, acho muito dificil ter a sorte de morar em outra cidade sede dos jogos, e isso faz toda a diferença. É muito gostoso poder ver tudo assim de perto, sem precisar sair de casa e sem perder 1 minuto dessa festa.

Torço que os cariocas curtam tanto quanto nós londrinos(de nascença ou não).  E que o Rio faça tão bonito quanto Londres!

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.