Abu Dhabi e Subcontinente indiano, vistos e vacinas

Depois de comprada a passagem e decidido o roteiro, era hora ir atrás da parte mais chata, os vistos e vacinas.
Com 4 países no roteiro, o quanto antes me informasse sobre essa parte melhor. E como comprei a passagem com muita antecedência, 7 meses antes de viajar já comecei a me informar sobre as vacinas, que é o mais demorado. Aqui em Londres, o posto de saúde me deu todas as vacinas de graça com exceção da de raiva. Tomei de hepapite a e b, difteria, tetano, polio, para febre tifóide e raiva. Se eu fosse dar ouvidos a tudo que li também teria tomado os remédios de malária e cólera, no mínimo. Há controvérsias em relação ao de malária. Em vários locais da Índia e do Sri Lanka o governo declarou que não há mais Malária, mas na prática não é verdade. Entretanto, resolvi correr o risco porque o rémédio anti malaria(que não é vacina) deve ser tomado durante e depois da viagem e a maioria das pessoas se sente super mal com ele. E não necessáriamente o remédio anti malaria que funciona na Índia é o mesmo do Sri Lanka. Se fosse para um foco perigoso de Malária como em alguns países na África ou na Amazônia por exemplo, talvez eu tomaria. Mas como o risco era pequeno e nem no posto de saúde e nem na clínica onde tomei a vacina de raiva me disseram que seria necessário decidi não tomar também. Não me arrependo. E que fique claro, saí ilesa durante a viagem, mas a Malária pode aparecer até 1 ano depois de ser picado pelo mosquito, então ainda estou no “grupo de risco”. E com o tanto de picada que tomei no Sul da índia e no Sri Lanka, não seria surpresa alguma. Enfim, manteria como foi. Quem vai do Brasil ainda precisa acrescentar a vacina contra febre amarela, que nesse caso é obrigatória. Para os Emirados Árabes não, mas para a India, Nepal e Sri Lanka sim. Mesmo quem não mora no Brasil mas esteve lá no período de 6 meses(ou qualquer outro país que tem foco de febre amarela) terá obrigatóriamente que mostrar a comprovação da vacina., pelo menos em tese. E quando se planeja uma viagem como essas, melhor fazer a coisa certa para evitar comprometer toda a viagem por causa de uma bobagem dessas.

20121215-130732.jpg

Em relação a vistos, brasileiros precisam de visto nos 4 países. Para os Emirados Árabes, o visto pode ser pedido online. Não sei exatamente quais são os requerimentos, mas pela organização que vi no país, acredito que eles sejam exigentes em relação a documentos etc, mas que seja algo bem tranquilo e calmo. Se alguém já fez o pedido do visto, conta para a gente como foi! O visto do Nepal bem tranquilo, basta ter o valor seu visto, que vai depender do número de dias que você ficará no país, e duas fotos de passporte e pegar o visto na entrada. Eu já tinha as minhas fotos, mas o Klaus tirou na hora e foi mais barato(4 dólares). Também tem um local para a troca de dinheiro antes da imigração caso eles não aceitem a moeda que você tem em mãos..Achei que eles só aceitavam dólar, mas aceitam outras moedas também. A fila para pegar o visto é grande, a confusão também, mas ainda assim é melhor do que ter que resolver isso antes.

O visto da India é foi mais fácil e rápido do que pensei.Pedimos e em menos de 3 dias estava na mão. Só precisamos preencher o formulário, mandar duas fotos de tamanho maluco 5 x 5 , e para o Klaus que é cidadão alemão que mora no Reino Unido, mandar 2 contas do mesmo provedor, mesmo endereço, uma atual e outra do ano anterior, e o logicamente pagar pelo visto. No íncio fiquei com medo pois nas minhas pesquisas pré viagem, li no blog da Adriana Miller a novela dela com o visto.Mas a verdade é que se você não mora fora do seu país, ou se como no nosso caso, você tem os comprovantes de residência como eles exigem é super tranquilo. Mas para quem é profissional da mídia, padre, policial, piloto ou comissário de bordo, assistente social ou trabalha em alguma Instituição de caridade acrescente uma carta da empresa onde você trabalha confirmando que você não irá lá a trabalho, e provavalemnte mais tempo de espera. Para os profissonais de midia na verdade a única chateação nem é só a demora, o visto ainda é mais caro e geralmente eles recebem menos dias no país. Lembrando que isso é para o visto de turista! Antes de dezembro deste ano, depois de sair da Índia todo mundo deveria esperar pelo menos 2 meses para voltar ai país(em tese), mas isso mudou, ainda bem. Acredito que muito viajante teve dor de cabeça por isso.Já o visto do Sri Lanka mudou no início de 2012. Brasileiros precisam de visto para o Sri Lanka, e pelo que li eles são mais chatos e burocráticos que a India. Mas não tive a experiência então mais uma vez, se alguém souber me conte! Europeus já não tem a mesma facilidade que antes, mas ainda assim é bem tranquilo. Só precisa pagar uma valor online, pegar o comprovante e receber o visto na entrada. Dá para pagar lá mesmo, mas o pagamento antecipado agiliza as coisas.

20121215-124901.jpg

Todas estas informações são baseadas na minha própria experiência e pelo que li nos sites dos consulados dos páises relacionados. Vale lembrar que eu uso passporte britânico e o meu marido alemão, então fica dificil falar como seria com o brasileiro. E outra coisa, essas informações podem mudar do dia para noite, de país para país, então esse post vale como base, mas nunca, jamais como verdade absoluta!Vale lembrar também que as informações e requerimentos podem ser diferentes se você entrar os países por terra/mar ou dependendo da fronteira usada para a entrada.

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

Um comentário em “Abu Dhabi e Subcontinente indiano, vistos e vacinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.