Culinária indiana- um guia básico

A culinária indiana dividede opiniões. Dificilmente alguém vai dizer que gosta mais ou menos de um prato indiano. Ou você ama, ou você simplesmente não entende como alguém consegue comer aquilo #marmite feelings.  Eu sou do time que ama a comida indiana e quero catequizar todo mundo! Como a Inglaterra está lotada de indianos, famílias inteiras que vieram para cá há muitos anos e já tem uma parte meio britânica também, os restaurantes indianos são disparados os que dominam o mercado londrino. Então eu já conhecia bem a culinária deles, mesmo sabendo que aqui existem algumas adaptações, e até pratos que de tão bem adaptados a culinária local, já ganharam novas receitas e nomes, como o chicken tikka massala, que é um prato britânico(mas há controvérsias). Entretanto sei que existe um certo medo de muita gente que não conhece bem a culinária indiana, e por isso resolvi escrever sobre. O post é longo, mas um país como a India merece muitos posts detalhados pois toda preparação para uma viagem independente ao país ainda é pouco! Eu acho que a chave do sucesso para gostar de comida indiana é começar de leve. Assim como nenhum atleta começa correndo uma maratona, ninguém deve começar provando um prato extremamente apimentado e cheio de sabores. Pode ser traumatizante a ponto de você nunca mais querer ver aquilo na sua frente mais uma vez.. Já dei dicas aqui de como se prevenir da famosa Delhi belly, então este post vai falar só da parte boa da culinária. Resolvi listar alguns dos pratos mais conhecidos que comemos, e amamos, durante nossos dias na India.
P1060526 Culinária indiana
Pães
Os pães indianos são deliciosos. Totalmente diferentes do padrão francês, muitos pães indianos não tem glúten ou fermento. Isso porque eles usam bastante farinha de arroz e lentilha, que tem em abundância no país e devem ser mais baratos. Segue uma lista dos principais pães:
an– pão maravilhoso e fofinho que é onipresente na India. Cai muito bem acompanhando um curry. Além do tradicional, existem versões dele com queijo, alho, coco, manteiga etc. Todos são maravilhosos mas a minha prefência sempre foi o de alho!
Chapati– pão sem fermento também encontrado em qualquer birosca, nas barracas de rua, etc. Ele é bem fininho, tipo uma tortilha e cai bem acompanhando curries também, por não ter um gosto forte ou ser super temperado. Ele é usado em sanduíches também e pode ser conhecido como roti. Sem pimenta, coma sem medo de ser feliz.
Paratha– assim como o chapati não leva fermento, mas é um pouco mais grosso. Também não é apimentado e tem alguns nomes diferentes dependendo da região.
Papadum-mais parece um salgadinho pois é crocante. Na verdade  é um pão frito.Feito de farinha de lentilha preta. Um clássico indiano. Pode ser levemente apimentado e costuma ser servido também de entrada.
Dosa– o dosa está mais para uma panqueca do que para pão. Ele pode ser recheado, ter temperos adicionados à sua massa, etc. Então para saber se é seguro comer sem queimar a boca precisa saber se tem recheio e qual recheio foi usado. Ele é fininho e bem crocante,  mas a corcância é bem diferente da do Papadum. É feito de farinha de arroz e lentilha preta, e geralmente vem acompanhado de molhos. Por si só um dosa pode ser uma refeição. No sul eles comem o dosa de café da manha acompanhado de um molho maravilhoso de coco.
Utatapam– Também feito de arroz e lentilha, porém mais fofinho que o dosa. Ele é conhecido como pizza indiana, pois depois da massa pronta na hora do seu cozimento, são acrescentados os recheios, juntos com a massa ainda crua, então fica tudo uma coisa só,mesmo o recheio não se misturando à massa. É absolutamente delicioso.Recomendo muito o do  restaurante Keshari em Varanasi.
IMG_3872 Culinária indiana
Derivados de leite
Paneer– frequentemente é conhecido como a ricota ou cottage indiano, mas não tem nada a ver. O panner é um queijo delicioso e é usado para substituir a carne nas refeições, já que os hindus não comem nenhum bicho(em tese). Geralmente ele é frito antes de adicionado ao curry, mas como o tofu ele fica crocante por fora e não derrete por dentro.Coma sem medo de ser feliz, não é apimentado.
Lassi– Podemos dizer que o lassi é quase um iogurte indiano. Ele geralmente é servido como vitamina, puramente de natas ou com frutas. Legal para tomar de manhã! Recomendo este lugar aqui em Jaipur.
Curries-
O curry é a base da comida indiana. Diferente do que muita gente pensa no Brasil, para fazer um curry autêntico é preciso muito mais do que aquele pó amarelinho. A base dos curries é o garam massala, e junto com as pimentas propriamente ditas, é ele que determina o grau de fogo na boca que o prato vai te proporcionar. Muito dificil listar todos os curries, portanto aqui só vão os nossos preferidos.
Butter Massala– Acho que esse é o clássico curry que agrada a todos. Está longe de ser o dos mais apimentados, mas o grau de pimenta vai depender do restaurante. Os que comemos no norte foram mil vezes menos apimentados do que os do norte. Aliás, no geral a comida do sul foi bem mais apimentada. Um bom prato para começar a incursão à culinária indiana e um prato para não deixar de provar. Existe o tikka massala, mas há controvérsias se ele é um prato britânico ou indiano. O tikka massala é bem parecido com o butter massala e é uma ótima opção para quem tem medo de pimenta.
Palak– Esse é um curry a base de espinafre. Eu que não amo nem odeio espinafre demorei para pedir esse prato achando que não seria nada demais, mas é delicioso. Recomendo! Não é dos mais apimentadfos também.
Dum Aloo– esse é feito com a batata inteira recheada e foi um dos nossos favoritos. Também não muito apimentado. A batata ajuda bastante a tirar o ardor da pimenta.
Korma- Engraçado que o korma é um dos pratos que eu mais peço nos restaurantes indianos daqui mas quase não comi na India. É menos comum do que eu pensava, mas é delcisoso por ser a base de iogurte, que dá uma quebrada nos mil e um temperos que ele leva. É meio adocicado também pois geralmente leva leite de coco e alguma castanha. Costuma ser pouco apimentado, mas num restaurante indiano para indianos espere um pouco mais de pimenta nesse prato.
IMG_3779 Culinária indiana
Variados
Thali– é um dos pratos mais práticos pois é um prato com vários molhos, curries, arroz e pão. Geralmente vem um curry simples, raita(molho refrescante de iogurte e pepino), um chutney, e alguma sobremesa que em muitos casos é uma fruta. Ótima pedida pois você experimenta um pouco de tudo e dificilmente vai detestar tudo que vem num Thali.
Byriani– O byriani seria a versão indiana para o arroz carreteiro. Sobrou curry? Faz um byriani! Este prato nada mais é que um mexidão de curry com arroz. Delicioso! Vale perguntar o quão apimentado ele é, pode variar mas no geral, por causa do arroz, o byriani é um prato pouco apimentado.
Frango Tandoori– tandoor é o tipo do forno usado para cozinhar a galinha, por isso tandoori. Esse não é um prato para fracos. Ele é pimenta pura, mas é delicioso. Meu marido que é daqueles que come de tudo sem reclamar parou no meio de tão apimentando… e eu continuei! Comi no sul da India, onde há muitos cristãos que comem carne, e onde foi o único lugar que me senti a vontade para sair do esquema Paneer. É  um prato muito consumido por indianos muçulmanos. Fomos num retaurante islmânico maravilhoso que indicarei em breve para comer o chicken tandoori.
Chás
Masala– Não importa aonde você esteja na India, sempre haverá um masala tea para comprar. No trem, na rua, no restaurante, no hotel, em qualquer lugar. Eu já sou fã deste chá há anos e me fiz na India. Tomei todo santo dia. Ele é base de canela, chá preto, leite, e obviamente várias outras ervas e temperos. Recomendo muito.
Gengibre limão e mel–  Nem sei se é indiano, mas tomei tanto esse chá que virou simbolo da nossa viagem. E foram raras as vezes que ele era de saquinho. 90% das vezes era natural Delicioso!
Além desses pratos e bebidas, no sul da India comemos bastante camarão e peixe. Nào lembro muito bem de algum prato especifico, mas jamais esquecerei os sabores! Achei a culinária deles bem diferente. Os indianos do sul usam muito coco e banana, e por isso mesmo triplicam a quantidade de pimenta! Em compensação, usam menos temperos. A comida é mais apimentada, porém mais leve. Na hora do café da tarde, comem uma bananinha frita com café. No café da manhã, dosa com molho de coco. Em vez de chips de batata, comem chips de banana. E usam coco em tudo, é muito gostoso.
Espero que esse post ajude a muita gente perder o medo da comida indiana. Com exceção do tandoori chicken, nenhum dos pratos listados é super apimentado. Vá sem medo, a culinária indiana vai te surrpreender!
Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no “sobre” e escolha “sobre mim” na barra superior.

7 comentários em “Culinária indiana- um guia básico

  • julho 25, 2013 a 1:51 pm
    Permalink

    Adorei! Eu não conhecia a culinária indiana há um ano, mas de lá para cá viciei! E o melhor é o tanto de inspiração para receitas vegetarianas! Eu não comia grão de bico, agora não sei como vivi tantos anos sem. E não falta mais garam massala lá em casa. 😉

    Responder
    • julho 25, 2013 a 3:09 pm
      Permalink

      Camila, para os vegetarianos a culinária indiana é o paraíso! Você já comeu paneer? Bem melhor do que tofu, delicia! Peguei uma receita no guia do hotel que ficamos em Jaipur e quero fazer ainda, parece super fácil.

      Responder
  • julho 25, 2013 a 2:33 pm
    Permalink

    Amei este post! Eu adoro comida indiana, tenho vários dos temperos em casa, por mim faria muitos mais pratos. O duro é que a família não curte muito. Ontem mesmo adaptei um prato de quinoa à moda indiana pois no meu regime só pode ela rsrs… A Inglaterra é o sonho pra mim! Quando vou trago mil e uns temperinhos e até aquelas misturas prontas de pratos indianos. Bjs

    Responder
    • julho 25, 2013 a 3:11 pm
      Permalink

      Lu, fico feliz que tenha gostado. Aqui é o paraíso para achar os ingredientes deles mesmo. Aproveito e faço sempre que posso!

      Responder
  • Pingback: Kerala- dicas para comer e se hospedar | Catálogo de viagens

  • julho 29, 2014 a 3:28 pm
    Permalink

    ÓTIMA MATÉRIA, ESTOU PROCURANDO RECEITAS SEM GLÚTEN POIS O GLÚTEN DESTROI A CAMADA SE ZANOLIN DO INTESTINO E DEIXA PASSAR COCO PARA O ORGANISMO,INCLUSIVE PARA O CEREBRO, CAUSANDO MUITAS DOENÇAS, APRENDI NOS VIDEOS DO DR .IVANDELIO SANCTUS, MEDICO DE UBERABA.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *