Nepal, India e Sri Lanka-transporte interno

Nepal-

Como voar no Nepal não é exatamente seguro e o sistema de trem é praticamente inexistente, o  que resta é viajar de carro/ônibus no país. Nossa experiência foi apenas com carro, mas pelo que notei os ônibus de carreira andam abarrotados. E quando digo abarrotados quero dizer que vai gente até no teto, literalmente. É uma aventura sim, mas acho que para distâncias mais curtas até dá para encarar. Para distâncias longas vá de ônibus turisticos. Além de serem menos lotados, eles podem te garantir chegar no seu destino final mesmo que as temidas greves parem seu ônibus e retirem os nativos que estiverem a bordo. O transito nepalês é caótico e as estradas mais ainda, portanto é mais seguro viajar de dia.

P1040185 Nepal, India e Sri Lanka

India

Na India nós viajamos de avião, trem e ônibus. Mas é bem comum os turistas alugarem carros com motoristas para viajarem entre as cidades. Paga-se mais, mas o conforto é maior e a liberdade de para onde quiser é grande.  Já os trens nós experimentamos e recomendamos. É meio complicado para estrangeiros conseguirem passagens de trem, principalmente para as classes “viajáveis”, mas é possível. Olhem aqui este post do 360 meridianos, explica bem o que fazer para comprar passagens. Nós compramos através de amigos indianos (mentira que nem era amigo, eu pedi na cara de pau para um colega de trabalho com quem nem tenho intimidade e ele disse sim NA HORA pobrezinho,rs) Recomendo demais para quem pretende viajar com pouco e com qualidade na India. Mas fiquem atentos as classes escolhidas pois isso muda TUDO. Os voos que pegamos na India foram super tranquilos e não atrasaram. Vou falar melhor das companhias depois, mas achei bem melhor do que esperava. Também recomendo para distâncias maiores se a disponibilidade financeira existe.  Onibus é o seguinte: senta e chora filho. Onibus na India é uma experiência antropológica. Enquanto couber uma mosca tem indiano entrando. E eles param em qualquer lugar. É bem barato e eu só peguei ônibus no estado do Kerala que é a Suiça indiana. Mas lembre-se: a Suiça indiana ainda precisa de uns 3 mil anos para virar Suiça de verdade,rs. Eu me diverti pegando ônibus, não foi uma distância muito grande(4 ou 5 horas, não lembro) e na mesma situação eu pegaria de novo, sem dúvida.  Mas não acho que é para todo mundo. Principalmente para quem leva bagagem enorme. Aí é bom repensar mesmo! Eu fiquei 3 horas com minha mala no colo. Era uma mochola de 12 kilos, mas já foi bem incômodo. Fora esses transportes, ainda tem o número um da India: Tuk Tuk! Ele não serve para distancias muito longas mas fizemos alguns passeios de uma cidade para outra com tuk tuk. Obviamente não é seguro muito menos confortável, mas até uma hora eu acho que dá.

IMG_3820 Nepal, India e Sri Lanka

 

Sri Lanka

Aqui só andamos de ônibus e van. Se tiver que optar entre as duas, opte pela van pois é infinitamente mais rápido. Nas vans não tem lugar para bagagens, e mesmo que tiver eles vão querer te fazer pagar para usar um lugar da van para colocar a mala, então assim como na India, o melhor é viajar leve. O esquema de alugar carro com motorista também é bem usado e honestamente me arrependo de não ter pago a mais por esse luxo. O transito cingalês é infernal como já falei antes, e as vans ficam num cata corno eterno e chatíssimo. O carro com motorista é BEM mais caro mas sinceramente, vale a pena. O sistem ferroviário do Sri Lanka é bem conveniente para algumas cidades. Mas o tempo de viagem, mesmo com as infinitas paradas das vans e onibus, é quase o mesmo. O conforto deve ser maior, acredito. Mas os horários e rotas são limitados, então numa viagem mais longa ao país é bem dificil andar só de trem como é possível na India.

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *