Sri Lanka- Unawatuna

Se Mirissa era a Bahia, Unawatuna seria o Caribe cingalês.
Isso por sua água azul florescente, e também porque comparada com a calma de Mirissa, Una é agitação pura. Não que seja exatamente uma vila agitada, cheia de estrutura turísitca. Unawatuna não tem nem mesmo um ATM e poquíssimos lugares aceitam cartão de crédito. Mas ainda assim tem mais opções de restaurantes e hoteis que Mirissa, e pelo menos 5 vezes mais turistas.
Unawatuna
Diferente de outras praias como Bentota por exemplo, Unawatuna não recebe turistas que vem em pacotes all inclusive, e sim turistas independentes, que querem escolher seu hotel na chegada ou mesmo desfrutar de um luxo mais rústico, digamos assim. A praia já foi eleita a mais bonita do mundo numa dessas mil eleições que revistas e sites fazem todo ano. A gente concorda que a praia seja realmente lindíssima, já dizer que esta, ou qualquer outra praia, é a mais bela do mundo sem ter conhecida cada uma deste planeta é no mínimo injusto.
Unawatuna2
Unawatuna, assim como toda sua região, foi devastada pelo Tsunami em 2004. Uma amiga nossa estava lá nesse lugar exatamente nesta data fatídica, e foi por causa das suas fotos pré tsunami que eu decidi que não poderia deixar de conhecer a praia. Muita gente diz que a vila perdeu a graça depois do tsunami pois as construções ficaram ainda mais próximas do mar expremendo assim a faixa de areia,  e principalmente mudou depois de descoberta pelos turistas. Sempre acho engraçado quando ouço isso de viajantes. Ok, muitos turistas/viajantes(são o mesmo para mim) gostam de conhecer um lugar sem ter sido 100% preparado só para te receber. A gente quer ver vida real, comer onde comem os nativos, conversar com eles, etc. E por isso muita gente prefere passar longe de lugares como Cancun, Dubai e afins. Sou desse time. Mas sejamos honestos que nem todo mundo quer acordar e comer curry de café da manhã por 3 semanas, ou ficar sem a nossa cervejinha gelada na frente do mar no calorão, ou ficar totalmente sem luz elétrica ou dormir no chão por 1 mês.  É, a gente gosta sim de ter uma estrutura turísitca, por menor que seja. Por isso eu acho que os turistas de Unawatuna não tiraram a sua beleza.
vendedorunawatuna
A interação com os nativos foi menor aqui do que em Mirissa mas aconteceu. Eu adorei e voltaria. Além da praia principal, achei uma delícia a tal da Jungle beach.
Jungle beach
Você pode chegar lá de barco, caminhar, ou pegar um tuktuk até um ponto mais próximo e ainda caminhar um pouco. Saiba que qualquer caminho a pé envolve uma pequena trilha mata a dentro. Nós optamos por fazer tudo a pé. Achei que chegariamos lá e teríamos a praia só para nos 2, mas não aconteceu. Havia 2 barcos lá, que voltaram depois do almoço. O local da praia serve um peixe gostosinho e bem menos superfaturado do que imaginei. Quando os barcos sairam foi mais gostoso ficar lá, logico. Conhecemos várias pessoas que foram e tiveram a praia praticamente só para eles, o que me faz crer que os barcos não vão lá todos os dias nem ficam lá o dia todo.
P1070332
Outra atração de Unawatuna é ver o sol se por num morro onde fica a pagoda. Além disso é possivel fazer passeios de barco partindo de lá, mas nós traumatizamos com o passeio da baleia e resolvemos ficar só por lá mesmo. Ficamos 3 dias e meio em Unawatuna e queríamos mais. A praia é linda, a vila é ajeitadinha, e ainda tivemos sorte com uma hospedagem mega barata, 1000 rupias, o que equivale a menos de 18 reais. O único problema de Unawatuna para nós foi ir embora. Como largar um azul daquele?

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

Um comentário em “Sri Lanka- Unawatuna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *