Figuras de viagem- India

Inaceitável, mas eu esqueci de fazer um post falando de um dos highlights da nossa viagem à India: as pessoas! Mas ainda dá tempo de reverter isso, então resolvi fechar a série dessa viagem incrível aqui no blog falando dos indianos.

Indianasnarua

Como moramos num local onde a maioria dos estrangeiros é indiana, já tinhamos nossos preconceitos. Muitos cairam por terra nessa viagem, outros se reforçaram, mas a verdade é que amamos o povo. E alguns personagens ficaram marcados na nossa visita ao país. Os rapazes que nos ajudaram tanto no acidente do Klaus, jamais esqueceremos. Foram humanos, e isso o indiano sabe ser. Na doença aquele mesmo indiano que tenta te vender até a mãe, se compadece da sua dor. Não sei se é para aliviar o Karma ou por piedade mesmo, mas sentimos isso na pele.

fabricadegengibre

O indiano vendedor foi outro personagem presente nos nossos dias na India, e é impossível fugir dele. Percebemos, que com exceção de Agra e Jaipur onde o turismo é supermegaultra massificado e o comerciante é mais agressivo, eles seguem todos a mesma linha de “approach”. Ele quer te vender, mas tudo na base da “amizade”. Portanto não se espante se você ouvir de algum comerciante que ele tem um amigo brasileiro.

indianosemkerala

2 minutos de conversa já te torna um amigo. Compra efetuada então, é amigo de infância. Mas eles conversam, perguntam um batalhão de coisa, e oferecem o que vendem, logicamente. E quando você diz “não, obrigada”, eles vem com aquele papo de quase todo indiano: o preço é x, mas porque eu gostei de você e já nos tornamos amigos, vou fazer por y”. Eles só não contavam com a minha brasileirisse. Depois de 3 dias de India eu já me antecipava: olha, eu sei que custa 10, mas eu pagaria só 3 por isso. Mas porque eu gostei de você e já nos tornamos amigos eu pago 5.”E eles não sabiam o que dizer e quase sempre caíam na gargalhada. Não falhou nenhuma vez, brrrezillian madam aqui conseguiu desconto sempre usando a tática deles.

familiaindiana os indianos

Indiano é curioso também. Eles querem saber tudo da sua vida, TUDO mesmo. Onde mora, quanto ganha, o que faz da vida, quantos anos, quantos filhos. E querem foto, querem papo, querem ouvir e contar histórias. No Kerala a gente ouviu um barulho de música e foi procurar saber o que era. Antes de chegarmos na porta já fomos convidados a entrar. Era uma festa fechada. Ficamos lá um tempo vendo a banda que tocava, demos muita risada, fomos a atração local por uns minutos e depois saímos.

Bandaindiana os indianos

Nós amamos isso! A interação na India acontece quer você queira ou não. É inevitável. Uma hora você irá amar o povo, outra odiá-lo, mas nunca você conseguirá ignorá-los. As vezes cansa, lógico, mas prefiro interação demais do que de menos. Assim é a India, intensa, nada pela metade, já está escrito na bula, toma quem quer. Muito se fala de como os homens olham para as mulheres estrangeiras, do quão machistas são e é tudo verdade mesmo. Mas eu não quero abordar esse assunto pois não tenho história triste nenhuma para contar nessa parte. Mas com certeza, mulheres sozinhas devem tomar um cuidado extra sim, não é lenda. Os homens olham arregaladamente para qualquer, digo QUALQUER ser humano do sexo feminino.

os indianos

Falando em sexo feminino, cade as mulheres? Quando vemos mulheres, elas estão em bando. E pode saber que o bando é familia, a prima, a sogra, a tia, a filha, a mãe… Elas parecem tímidas mas basta dar conversa para notar, elas são cuirosas também. A noite, elas desaparecem. Muito dificil ver mulher indiana perambulando sozinha pela rua a noite.

P1050877

As crianças são muito soltas, sorridentes, e nota-se nas famílias que a alegria maior para os indinaos é ter uma criança. Por isso eles adoram quando um estrangeiro da atenção ao seu filho, sorri e brinca com ele(igualzinho aos europeus,hihihi)

jaipur

Amamos o povo, mas em algumas poucas situações, nos irritamos também. Acho que tudo que é intenso tem esse poder de despertar dois sentimentos opostos ao mesmo tempo, e ser um pouco exaustivo. Sentimos pelos indianos exatamente o que sentimos pela India. Nada mais natural. O povo é a extensão da cultura, do país, dos seus costumes e do seu dia a dia, e com certeza em nenhum outro lugar isso é tão verdadeiro como na India! E é exatamente esse contraste que encanta nos indianos. Eles conseguem ser estressados para que você compre tudo que vendem na sua loja, mas despreocupados com a hora, com o transito, com a loucura do país. Eles conseguem se doer com a dor do outro e ajudar quando é preciso, mas ao mesmo tempo acreditam que aquilo é karma, e as coisas são o que tem que ser. Eles não sabem dizer não, por isso preferem dar a informação errada achando que assim estão fazendo o bem. E tudo com um sorriso eterno estampado no rosto. O mistério de como esse sorriso, com aquela cara de cão abandonado, permanece ali na boca do povo apesar de tudo, é o que deixa a gente meio encantando e meio curioso. São os muitos opostos que convivem, de um jeito indiano, harmoniosamente.

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

Um comentário em “Figuras de viagem- India

  • outubro 11, 2013 a 1:04 pm
    Permalink

    Adorei! Texto verdadeiro, sincero, mas ponderado. Fiquei com mais vontade ainda de ir a India. Beijos,

    Responder
    • outubro 16, 2013 a 5:21 pm
      Permalink

      Lu, fico feliz que tenha curtido! E ponderei realmente. Acho que já se ouve muita coisa desagradável sobre a Índia e aqui no blog eu quis passar o lado bom do que vimos lá tb. Até pq ele foi muito maior e melhor do que o lado ruim 🙂

      Responder
  • novembro 6, 2013 a 11:59 am
    Permalink

    Realmente, é impossível ignorar a Índia ou um indiano. Uma vez, num trem, um cara tentou conversar comigo enquanto eu assistia um filme. Tentei ignorar, mas em três minutos o cara estava sentado do meu lado, na minha cama, insistindo no papo! hehehe

    Hoje eu até tenho muitas saudades da Índia. É uma viagem intensa, em todos os sentidos possíveis.

    Responder
    • novembro 8, 2013 a 12:20 am
      Permalink

      Rafael,consigo visualizar a cena, hahaha. Eles são muito entrões, mas eu adorei tudo. Até da parte chata eu estava rindo no final. Fax parte do pacote!

      Responder
  • junho 7, 2014 a 10:21 am
    Permalink

    Tô pasando aqui para parabenizar, e agradecer (MUITO), pelo blog, pelas dicas e tudo mais. Cheguei aqui através do 360 meridianos e posso dizer que o blog foi muito importante para montarmos nosso roteiro. E inclusive durante a viagem — acho que imprimi e levei a postagem sobre Varanasi!
    Valeu mesmo. E, novamente, meus parabéns. O blog é mais do que ótimo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *