Vila Velha em um dia

Vila Velha é um municipio da Grande Vitória que eu diria ser quase uma extensão da capital. Uma ponte que pode ser percorrida em bem menos que 10 minutos(sem transito, claro) separa as duas cidades que se confundem. A cidade não é gigante e dá para ver Vila Velha em um dia. Vamos lá!

Vila Velha em um dia :

Para visitar Vila Velha, eu comecaria pelo Convento da Penha, que é o ponto turísitco número um do Estado do Espírito Santo mentira que é Guarapari.

convento da Penha

Você pode subir a ladeira do convento de carro ou pé. Quem for a pé pode tentar 2 caminhos diferentes. Um dos caminhos é onde os carros passam e outro na ladeira da penitência conhecida como “estrada velha”pelos canela verde. A estrada velha é percorrida somente a pé e é mais precária que o caminho principal. Ambos os caminhos passam em meio a mata atlantica, portanto não se espante se encontrar um bichinho inofensivo ou outro pelo caminho.

Andando pela estrada nova do Convento!
Andando pela estrada nova do Convento!

Fique um tempo por lá, observe a paisagem, entre na igreja do Convento, que existe desde 1660 e é um símbolo da cidade.

convento da penha interior

Eu adoro o convento mas tenho que admitir, sua grande atração é a vista maravilhosa que ele proporciona tanto de Vila Velha quanto de Vitória.

convento da penha vista vitoria

Voltando do convento dê uma paradinha na Igreja do Rosário, que é a mais antiga do estado, um monumento tão importante para o Espírito Santo que fica esquecido, uma pena.

igreja do rosario

Na parte da tarde eu, como boa caiçara que sou, iria a praia! Porque praia boa é em Vila Velha e não em Vitória, verdade seja dita! Camburi, a praia principal  de Vitória, é bonita mas imprópria para banho então o pessoal se expreme nas partes não poluídas .A praia da Ilha do Boi em Vitória é linda e uma delícia, mas final de semana lota de uma maneira que eu prefiro passar longe. Enfim, um dia em Vila Velha na minha opinião deve ter um momento na praia! Uma pena que os prédios altos da orla impossibilitam o que eu amo, que é ficar na praia até o sol acabar… Mas pelo menos até mais ou menos 3 da tarde tem sol garantido. Para as famílias, recomendo ficar na praia da serei no final da Praia da Costa onde o mar é mais calmo e tem uma certa estrutura de parquinho, etc.

praia da costa

Ou na praia da pedrinha em Itapuã por ter a estrutura e umas partes onde formam “piscinas” e são boas para a criançada.

praia da pedrinha
Para o pessoal do agito, apesar de “a praia da vez” mudar sempre, o local conhecido como Beverly Hills é sempre garantia de gente bonita, com cadeira para alugar(ou de graça para quem consumir) e guarda sol, comidinhas, agua de coco e cerveja. Além de ter chuveiro também. Mas não tem uma barraca propriamente dita, só uma pessoa vendendo essas coisas e os chuveiros. Para aqueles que querem tranquilidade, pouca gente e boas fotos, recomendo a colonia dos pescadores em Itapuã. Mas a estrutura é zero, tem que levar tudo.

praia dos pescadores

Costuma estar bem vazio, cheio de barcos na areia e no final do dia você ainda vê uma puxada de rede que vai render fotos lindas.Para quem quer mais é uma sombra, agua fresca, um peixinho frito, e uma certa estrutura de banheiro, cadeira e mesa, recomendo as primeiras barracas da praia de Itaparica.

praia de Itaparica

E depois da praia, nada mais capixaba do que ir a um bar especializado em caranguejo. Não come caranguejo? Não tem problema, a maioria dos bares serve todo tipo de peixe e frutos do mar, e algumas poucas opções básicas para quem não come nada disso. Para quem quiser comer algo com mais “sustância”, recomendo as moquequinhas, que nada mais são do que moquecas em versao mini. Assim, num grupo grande dá para pedir mais de uma, provar de vários tipos(siri, camarão, peixe, etc) e sair de barriga cheia.Dois bares em especial fazem parte da minha vida quando vou ao Brasil: O caranguejo  do Assis, famoso, e badalado hoje em dia. Tanto que tem 2 filiais bem próximas, uma à beira mar e outra a um quarterirão da praia. Eu adoro, vou lá desde que era uma portinha minuscula, mas devo admitir que não é como antes. Mas é o preço da “fama”. Ainda assim acho gostoso ir lá, talvez por estar sempre cheio e dar aquele clima de pós praia de verão.Caranguejo 3 irmãos: simples, mais barato que o Assis, porém o caranguejo costuma ser melhor, o atendimento também, mais pessoal, coisa de bairro. Se você quer comer um caranguejo bom e levemente menos inflacionado e não liga para badalação, vá para lá.

caranguejos

Para quem não gosta de praia de jeito nenhum e quiser pular essa parte, eu recomendo  agendar uma visita a Fábrica da Garoto! Não tenho muitas informações, mas o  blog biblía para quem for ao Espírito Santo, o Rotas capixabas,  tem todas as informações que você precisa!

fabirca garoto vista do convento

A notícia boa é que somente a visita a Fabrica da Garoto é paga. Todas as demais são de graça. E mesmo a visita da Garoto, se não me engano, não custa mais de 15 reais por pessoa.Praia, igreja, convento, vista, história. Um dia redondinho e barato! Nada mal, hein?

Quer ver os outros posts sobre Vila Velha, então clique aqui.

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no “sobre” e escolha “sobre mim” na barra superior.

Um comentário em “Vila Velha em um dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *