Brasov- a base perfeita na Transilvânia

Há algumas semanas estivemos na Romênia, e quando planejei a viagem a idéia principal era conhecer a Transilvânia. Mas nosso voo era para Bucareste, então veio aquela dúvida: nos hospedamos na capital e fazemos bate e volta ou vamos direto para a Transilvânia? Depois de ler bastante a respeito da capital decidimos que com um final de semana não faria sentido nenhum ficar em Bucareste se o nosso foco era mesmo a Transilvânia. O aeroporto de Otopeni fica a 45 minutos de Bucareste e 2 horas de Brasov, então como já levaríamos um tempo considerável para chegar em qualquer lugar, optamos por ido direto para Transilvânia. E foi a melhor decisão que tomamos! Usamos Brasov como base, e se tivéssemos mais 2 dias teríamos feito tudo que queriamos. Mas só tivemos um final de semana, e com esse tempo já deu para ver mais coisa que imaginei, com nenhuma pressa. O que fizemos além de Brasov eu vou contar nos próximos posts, mas já adianto que pelo que li por aí, o nosso roteiro de 2 dias é feito em no máximo 10 horas por muita gente, o que eu acho um abuso!

Brasov (15)

Para começo de conversa, eu acho que todo mundo que quer conhecer a Transilvânia, deve se hospedar nela, e não fazer um bate e volta de outras regiões como sei que é muito comum. É muito tentador achar que isso será bom o suficiente, já que as cidades ficam próximas umas às outras, mas na minha opinião tira todo o charme da viagem. Isso porque a grande graça, pelo menos para nós, foi exatamente o clima de cidade aconchegante, cheia de casinhas fofas e coloridas, e isso tem de sobra na Transilvânia!.

Brasov (11)

Ao todo tivemos pouco menos de um dia inteiro na cidade. Mas afinal, o que tem para ver e fazer em Brasov? Deixando as atrações das cidades próximas de fora, Brasov tem sim coisas bacanas para ver. Vamos a um roteiro de um dia.

Comece pelo coração da cidade, a Piata Sfatului, que é a praça central da cidade antiga. Lá estão o museu de Brasov e a famosa Black church.

Brasov (13)

A igreja gótica é imponente e vendo do alto logo se nota que ela domina a paisagem da cidade antiga de Brasov. A arquitetura gotica ajuda no clima misterioso que a gente espera ver na Transilvânia. A entrada da igreja é paga mas o ingresso é baratinho. Fotos não são permitidas, mas não faz falta, a igreja é muito mais bonita por fora do que por dentro. Ainda fizemos a piadinha infame que as fotos eram proibidas para ninguém saber como é sem graça e pagar para entrar, hahaha. Mas verdade seja dita, a igreja disponibiliza bastante informação sobre sua construção e história.

Brasov (5)

 

Depois da igreja, vá ao muro de Brasov e visite algum de seus portões. Brasov é uma das cidades muradas da Transilvânia, e observar a cidade e o muro de fora te dá uma perspectiva muito interessante da parte antiga! Alguns dos portões são mais famosos que outros, não nos apegamos muito a isso e vimos os que estavam próximos à subida do morro Tampa.

Brasov (9)

E falando nele, taí uma atração divertidíssima que eu adorei, subir o morro Tampa. Brasov tem um sinal a la Hollywood com o nome da cidade, e não é a única da Transilvânia com o sinal. Mas em Brasov você pode não só subir até la em cima do morro Tampa onde está o sinal, como também pode chegar pertinho dele! A vista da cidade é simplesmente maravilhosa lá de cima.Nós usamos o teleférico para subir, e a subida demora no máximo 3 minutos. Ida e volta custa 16 lei por pessoa. Dá para subir a pé, e quem já foi garante que não é o fim do mundo.

Brasov (6)

Mas em pleno final de novembro, com neve e pouco tempo não era uma opçào para nós. Depois de descer do teleférico, andamos no máximo 10 minutos e chegamos ao sinal da cidade e a plataforma de onde se ve toda Brasov. Acho que é preciso separar 1:30 para esse passeio já que o teleférico sai em horários marcados e mesmo numa época fria como fomos, ele lota.

DCIM101GOPRO

Outra atração da cidade, mas que não fomos, é o forte. Ele funciona como restaurante mas creio que quem quiser pode visitar o local.

A cidade antiga é bem pequena e tudo pode ser feito a pé. Já para ver o forte é preciso pegar um taxi ou onibus.

Por que Brasov?  Ela fica a no máximo 3 horas de distancia de outras cidades interessantes da Transilvânia, por isso é  a base perfeita na Transilvânia, é pequena o suficiente para fazer você se sentir em casa, mas desevolvida o suficiente para ter hoteis e restaurantes, e apesar de turistica não ficamos nos sentindo numa cidade “fake” e 100% feita para o turismo. A grande atração da cidade não foi nem a praça, nem o teleférico, nem a Black Church. O que a gente amou foi simplesmente curtir a cidade, poder conversar com as pessoas, ver a cidade depois que os onibus de excursão vão embora, sentir o tempo passar devagar. Sem contar que Brasov tem aquele clima aconchegante de cidade pequena na montanha, onde você só tem vontade de tomar um chocolate quente perto de uma lareira, e foi muito legal curtir isso, mesmo com tão pouco tempo. Nos fez sentir que ficamos uma semana, e não só dois dias.

Brasov (1)

Para chegar em Brasov nós pegamos um transalado direto com o hotel, que custou 80 euros para nos buscar no aeroporto e nos levar direto ao hotel. Nos indicaram este onibus que sai do aeroporto para Brasov, mas o horário não era conveniente. O onibus teria custado 34 euros para nós dois, menos da metade. Achei o transaldo caro, mas é o preco médio pelo que pesquisei online. Sem falar que pelo horário e facilidade achei que valeu a pena. Na volta conseguimos um transalado bem mais em conta, mas sobre isso vou contar mais para frente. So tenha em mente que pegar trem de Brasov para ir ao aeroporto de Otopeni não é a melhor pedida pois o trem vai até Bucareste, e de lá é preciso pegar um transporte até o aeroporto, que pode durar de 45 minutos à 1 hora. Em todo lugar li que a viagem de carro Otopeni x Brasov dura de 2:30 à 3 horas. Mas posso garantir que dura menos. Fizemos tanto na ida quanto na volta pouco mais de 2 horas, sendo que nevou na ida, e pegamos transito na volta. Já de onibus pode realmente demorar mais. Então o melhor mesmo é pegar um ônibus que vá direto de Brasov até o aeroporto, transaldo ou alugar carro.

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 11 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Escreve todos os posts mas faz o blog junto com o marido, Klaus. Para saber mais sobre, clique no "sobre nós" na barra superior.

3 comentários em “Brasov- a base perfeita na Transilvânia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.