Airbnb- Um guia básico

O que é Airbnb?

Ok, muita gente que lê este blog já sabe o que é. Mas sei também que tem um montão de gente que já ouviu falar mas não tem noção do que seja esse site. Pois vamos lá. É um site onde você pode alugar um apartamento inteiro, como também alugar somente um quarto numa casa, nesse ultimo caso geralmente com os donos da casa nela. Você também pode alugar a sua casa ou um quarto da sua casa para outras pessoas se quiser. Quem mora em cidade turistica usa o Aibnb para ganhar um extra. Os preços constumam ser um pouco abaixo dos preços de hoteis no mesmo padrão da casa. Funciona mais ou menos também com uma rede social, onde você pode ver o perfil da pessoa que irá te receber e ela poderá ver o ser perfil também. Você pode deixar depoimentos sobre a pessoa e sobre a hospedagem, o que facilita bastante na hora de escolher, baseado nas experiências de outras pessoas.

Como usar?

Faça um perfil no Aibnb. Você também pode fazer buscas sem ter o perfil, mas não pode efetuar a reserva.

Depois de fazer o log in, busque pelo local e data desejado. Nessa busca você já pode escolher se quer procurar só por apartamentos, quartos privados ou quartos divididos(que na maioria das vezes é uma sala ao invés de quarto dividido com outra pessoa). Fique atento também se a cama é uma cama “de verdade”, ou se é sofá cama. Todas essa informação estão dispiniveis.

airbnb1

Depois, nos resultados, pode buscar por bairros específicos no mapa ou por preço como mostra abaixo.

airbnb2

Gostou de alguma casa? Então veja o perfil da pessoa que está alugando, e principalmente: veja os reviews dele/dela e da casa! O Airbnb manda um review automático quando a reserva é cancelada por quem está alugando, dizendo quantos dias antes da data marcada isso aconteceu. Além de fugir dos perfis com reviews ruins, eu não curto muito quando vejo que a pessoa cancela muitas reservas e fujo deles também.

airbnb4

 

 

Então faça o pedido da reserva. O Airbnb cobra o valor todo da reserva no cartão, mas parece que a pessoa que está alugando só recebe isso depois do seu check in para que você não fique vendido, e assim se algo acontecer ou a reserva for cancelada você pode pedir o reembolso direto com o Airbnb.

aibnb3

Você não tem nenhuma informação detalhada(email/telefone) de quem está alugando o apartamento/casa e nem ele de você antes da reserva efetuada. Mesmo que você tenta mandar pelas mensagens fechadas do airbnb, esta informação é bloqueada. Mas depois da reserva paga você pode entrar em contato. Eu peguei o telefone do Bruno que alugou um apartamento para nós no Rio e foi super tranquilo. Aliás recomendo muito, pois ele não só foi muito atencioso, como também me mandou email para dizer que consertou a unica coisa que eu disse a ele que não curti muito, que foi o banheiro. O apartamento(esse da foto de baixo) é ótimo, super bem localizado(no Flamengo, super perto da estação) e eu recomendo.

airbnb5

 

Será que o Airbnb é para mim? Quem usa?

Acho que o público que mais se encaixa no Airbnb são pessoas que ficam em albergue ou com orçamento mais apertado mas que estão procurando um pouco mais de conforto(no caso de alugar só o quarto), familias ou grupos que querem ficar juntos no mesmo espaço e ter mais liberdade(no caso de alugar todo o apartamento) ou quem quer ter uma experiência mais real, ficando em bairros mais residenciais ou se hospedando junto com nativos.

Quando vale a pena?

O Airbnb vale a pena ser usado em cidades caras já que os preços costumam ser mais baratos. Portanto pelo mesmo preço que você pagaria um albergue ou um hotel bem ruinzinho muitas vezes você consegue um quarto numa mega casa. Tem gente que gosta de receber, tem gente que precisa de uma grana extra, tem gente que quer fazer amizade. São várias as razões e muitas vezes você encontra otimos achados. Sem contar que você pode ter uma pessoa para te dar dicas insider da cidade onde está.

Vale a pena também para quem quer alugar um apartamento inteiro. Eu adoro a idéia porque isso dá mais liberdade, abre possibilidade para uma certas economias,como cozinhar por conta própria ao invés de ir a restaurantes e de quebra ainda conhecer algo que eu amo: supermercados! E para grupo de amigos e familia é uma otima maneira de se hospedar, pois mantem o grupo junto e quem tem filho precisa de mais espaço, e pode curtir um vinhozinho/cervejinha a dois no final da noite enquanto a criançada dorme. Fazer isso numa casa grande e espaçosa é muito mais interessante do que num quarto de hotel, vamos ser sinceros. No meu caso, a única vez que usei foi no Rio, porque fomos num grupo, ficamos a uma quadra da casa da minha prima e ficou muito mais barato do que qualquer outro hotel. Valeu muito a pena.

Tive problema, e aí?

Você deve entrar em contato primeiramente com o host, e se não resolver fale com o Airbnb nas primeiras 24hrs apos o check in.

Eu só usei uma vez e a experiência foi 100% positiva, mas conheço quem teve o dinheiro de volta por causa de problema na acomodação. O site orienta aqui o que fazer neste link.

A minha experiência foi ótima e eu quero testar mais vezes.Gostei bastante do Airbnb e acho o máximo que a gente tenha mais essa possibilidade de hospedagem pelo mundo.

 

 

 

 

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 11 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Escreve todos os posts mas faz o blog junto com o marido, Klaus. Para saber mais sobre, clique no "sobre nós" na barra superior.

Um comentário em “Airbnb- Um guia básico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *