Wimbledon- Tudo que você precisa saber para ir ao Campeonato de Tenis!

Sem querer parecer tendenciosa, mas vamos ser honestos, o Grand Slam de maior prestigio é  Wimbledon. Todos são igualmente importantes, mas Wimbledon é Wimbledon. Por ser o primeiro, o mais tradicional e o mais disputado.Aliás, põe disputado nisso, porque é realmente muito dificil conseguir ingresso para lá! Acho que não é só o fato de Londres ser uma cidade lotada de gente que ajuda nesse fenômeno de acabar ingresso de qualquer coisa em 1 minuto. É o fato de todo mundo, até quem ganha pouco, ganhar o suficiente para o lazer. Por isso o inglês está tão acostumado a esse desespero por ingressos que já sabe fazer o negócio direitinho. Como já fui 3 vezes a Wimbledon, me sinto bem informada o suficiente para passar as dicas aqui!

-Primeira opção para tentar comprar ingressos para o campeonato de Wimbledon, é se cadastrando no sorteio que eles fazem. 

Você tem que ser sorteado para poder pagar pelo ingresso. Isso acontece muito por aqui. Geralmente a data de cadastro vai de Agosto até Dezembro, e as pessoas que ganham o direito de comprar ingresso são notificadas geralmente em Fevereiro e Março, dizendo quais ingressos estão disponiveis, etc. O cadastro é feito por carta. Sim, carta, aquela coisa que ninguém usa mais. A modernidade ainda não chegou lá. Tem um sorteio para as pessoas que moram no Reino Unido, e outro para quem mora fora. O melhor mesmo, é checar no site deles os requerimentos para o ano que você pretende ver os jogos, pois eles podem mudar. Conheço algumas pessoas que já conseguiram comprar ingresso através desse método. Mas dificilmente se consegue na primeira tentativa. Eu já tentei uma vez, quem sabe na próxima?

Nos em Wimbledon

-A segunda opção, teoricamente, é comprar via Ticketmaster algumas horas antes do jogo.

Mas se alguém conhece UM ser que já conseguiu ingresso assim me avise, porque eu não conheço, já tentei mil vezes e é uma opção que não dá para contar que existe. São ingressos que desaparecem na velocidade da luz. Sei que além das quadras central, 1 e 2, eles também vendem ingresso para a quadra 3 no ticketmaster. Vale lembrar que se você optar pela opção abaixo, também terá acesso a quadra 3, por um preço menor, mas mais sofrível hihihi.

-A terceira opção, e a mais popular sem dúvida alguma, é entrar na fila e tentar comprar no dia.

Denominada  de “The Queue” ( A fila super original )  ela não é uma fila qualquer. Há todo um miss in scene em torno da fila de Wimbledon, e eu tenho que dar a mão à palmatória para os ingleses nessa, porque o negócio é MUITO organizado. 500 ingressos ficam disponíveis diariamente para s cortes principais, que são a Centre Court, a Quadra 1 e a 2, que são aonde acontecem os jogos principais. Para conseguir esses ingressos, você precisa estar disposto e literalmente dormir na fila. As vezes que fui, o pessoal que queria comprar ingresso para o dia seguinte já estava na fila desde a hora que cheguei, ou seja, mais de 24 horas antes! Eles armam suas tendinhas lá e ficam até o dia seguinte. Ha um limite de barracas, e um limite de 2 pessoas por barraca. Fora os ingressos para as quadras principais, existem alguns milhares de ingressos disponíveis para os “Grounds”, que te dá direito a ver as quadras pequenas. E eles são muito disputados na primeira semana de campeonato, pois como muitos jogos acontecem ao mesmo tempo, só realmente os jogos mais importantes acontecem nas quadras principais. E sempre sobra um jogão ou outro para as outras quadras menores, então quem vai pelo menos até quinta feira da primeira semana vê muito jogo bom mesmo sem ir nas quadras principais.
Para esta fila, os portoes abrem às 6:30 da manha. Mas se você chegar esse horário, vai ter fila pra fila! Não se espante. Depois de abertos os portões, você vai ainda até um campo enorme, e neste campo os ajudantes(Stewards)vão fazer todo mundo formar uma fila, e distribuir os cartões individuais, cada um com seu número/posição na fila. São milhares de pessoas, mas muita gente entra.

A fila de Wimbledon

Se o seu numero for até 8 mil e pouco a sua entrada está praticamente garantida até o começo da tarde. Na nossa primeira tentativa na fila, nós chegamos 8:15 e recebemos o cartão com o numero 9 mil e pouco. Só conseguimos entrar depois das 3 da tarde! A fila foi andando e parou quando a gente estava quase chegando… E por ali passamos horas e horas. Não valeu a pena, foi cansativo demais para curtirmos pouco tempo lá dentro. Até vimos alguns jogos legais, mas ficamos mortos. Sem contar que entramos tão tarde, que provavelmente quem chegou ao meio dia na fila entrou logo depois de nós. Depois conversando com uma amiga soube que ela ia todo ano nesse esquema de chegar no final do dia. E ela quase não enfrenta fila, mas também aproveita menos do que quem chega cedo, já que não tem tantos jogos depois das 5.Fica a dica: não está disposto a acordar cedo? Então chegue a tarde na fila, sabendo que o seu dia em Wimbledon não será tão bem aproveitado, mas ainda assim é legal! Sem contar que o ingresso para quem entra depois das 5 é mais barato. Nessa ultima vez que fui, cheguei às 6:40 da manhã na fila. Meu cartão era número 5900. Minha amiga chegou 20 minutos depois e o dela era 7 mil. Isso porque você não pode chegar e pegar um cartão para outra pessoa, é um por pessoa e não tem conversa. 10:30 eles abriram os portões para a compra de ingresso, e uma hora depois eu já estava lá dentro! Minha amiga entrou uma meia hora depois somente.  Então resumindo, chegue até no máximo 7 horas para garantir sua entrada! Logico que isso nào significa que chegando depois você não vai entrar. Mas é melhor chegar mais cedo do que ir até lá, esperar por horas e arriscar nem entrar no final. Outra coisa, se receber um cartão com um numero muito alto converse com um dos Stewards honorários para ter uma estimativa do tempo de espera, e assim decidir se vale a pena ou não ficar.  Vale lembrar que na fila tem banheiro(limpo!), algumas barraquinhas de comida, gente vendendo agua e jornal. E depois que você passa do estagio um da fila, que é no campo aberto, para ir chegando mais perto, tem até umas brincadeiras para passar o tempo e uns brindes. Isso que é fila minha gente, o resto é resto! Você precisa mostrar seu cartão com o seu número na fila pelo menos 2 vezes antes de comprar o ingresso, então nem adianta tentar burlar porque eles checam mesmo. Leve dinheiro em espécie pois o ingresso só é vendido em dinheiro. Até aceitam cartão nos restaurantes lá dentro, tem vários caixas eletrônicos, etc, mas não para venda de ingressos.

Conseguiu entrar em Wimbledon? Então anote algumas coisas que você precisa saber

– Logo na primeira hora depois dos portões abertos, fica praticamente impossível conseguir um lugar para ver algum jogo nas quadras menores. Fica tudo MUITO lotado, porque todo mundo acabou de entrar junto, e todo mundo esperou horas, e todo mundo quer ver jogo. É assim. Se você conseguiu algum lugarzinho para chamar de seu, ótimo. Se não, aproveite essa primeira hora para circular, tirar umas fotos do local, ver a tabela de jogos e escolher o que você quer ver até o final do dia, ir ao banheiro, etc. Lá para 1 da tarde as quadras começam a esvaziar um pouco, as pessoas pararam para comer, as quadras principais começam a ter jogos e tudo isso contribui a esvaziar. Essa é a sua chance de conseguir ver aquele jogo bom em paz.

A lotacao do comeco

Leve uma garrafa vazia. Wimbledon é a cara da riqueza, mas há bebedouros e locais para encher garrafas de agua espalhados por todo o canto. Você também pode levar comida e uma garrafa de 1 litro de bebida alcoolica por pessoa. Eu recomendo levar comida e bebida sim, pois lá as coisas são caras. E apesar de ter muita opção de restaurante, a comida não tem nada de muito especial e não vale o preço cobrado. Este ano por exemplo, o tradicional morango com creme vendido lá estava custando 7 libras. Eu acho caríssimo!

– Se você está confuso com a quantidade de jogos e nem sabe qual assistir, aposte na quadra 3. Ela é maior das quadras abertas ao publico em geral e nos primeiros dias os jogos lá costumam ser excelentes. Como o espaço é grande, mesmo que você enfrente fila pode ter certeza que dá para entrar lá. Porque como tem muito jogo acontecendo ao mesmo tempo, o pessoal costuma sair no meio do jogo, e sempre sobra uma vaga ou outra. Um terço dos lugares é reservado para quem tem ingressos para as quadras principais, o que signifca que muitas vezes você verá cadeira vazia na corte, mesmo com fila para entrar.

Wimbledon Verdasco

Dê uma circulada perto da Centre Court no final de cada jogo. Muita gente compra ingresso para ver um jogo só, e depois dá o ingresso para quem está passando. Imagina! Conheço gente que já teve essa sorte.

-Tente comprar ingresso diretamente em Wimbledon para as quadras 1,2 e central depois de entrar nos “Grounds”. Muita gente doa o ingresso de volta para ser revendido. O dinheiro dessa revenda vai para caridade, pelo menos é o que dizem eles. Uma vez lá dentro de Wimbledon fica mais fácil conseguir esse tipo de ingresso, então não custa verificar se há disponibilidade! Mas faça isso assim que chegar porque conhecendo os ingleses, esse esquema de revenda deve ter fila de espera!

– Vale lembrar que os jogos podem ser relocados a qualquer momento. Eu mesma fiquei na fila da quadra 3 para ver o Cilic jogar mas o jogo da Centre Court acabou rápido e eles mudaram o jogo dele para lá. Mas não fiquei chupando dedo porque vi o Verdasco jogar num jogão de 5 sets!

-Não ignore os jogos de dupla. Muitos jogadores top acabam jogando nas quadras menores quando estão em dupla. Uma amiga minha já viu as irmãs Williams assim por exemplo. Eu vi o brasileirissimo Belucci e sua dupla Duran derrotarem o veterano Stepanek numa quadra dessas também.

wimbledon 1

 

– Se você não entende muito de tênis, não faz tanta questão de ver todos os jogos mas quer conhecer Wimbledon e de quebra quer sentir a atmosfera durante os jogos, vá numa final para ver o jogo no telão. Você não vai enfrentar fila, vai poder conhecer Wimbledon da sua maneira, e ainda vai sentir o clima maravilhoso da final in loco! Melhor do que pagar só para visitar fora do campeonato, não acham? E os ingressos dos ultimos dias são mais baratos. A primeira vez que fui à Wimbledon foi numa final feminina e foi ótimo!.

Como chegar lá no campeonato?

Muita gente pode pensar que a estação mais próxima é Wimbledon, mas não é! Southfields é a mais perto, mas ainda assim é preciso caminhar uns bons 15 minutos da estação. Logico que saindo da estação de Wimbledon tem mil taxis oferecendo levar até o complexo esportivo, assim como existe um ônibus que leva até o local da fila por menos de 3 libras por pessoa. Mas no final das contas acho que o mais prático é realmente chegar em Southfields. De lá também tem onibus convencional e taxi.

O preço dos ingressos muda de acordo com a data e o horário, sendo 25 libras o ingresso mais caro somente para o “grounds” e 160 libras o mais caro da Centre Court na final.

Para maiores informações:

http://www.wimbledon.com/index.html

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 11 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Escreve todos os posts mas faz o blog junto com o marido, Klaus. Para saber mais sobre, clique no “sobre nós” na barra superior.

19 comentários em “Wimbledon- Tudo que você precisa saber para ir ao Campeonato de Tenis!

  • julho 11, 2015 a 7:53 am
    Permalink

    Excelente post, amiga. Parabéns! 🙂
    Agora eu posso falar sobre a revenda: Os ingressos começam a ser revendidos a partir das 15h. São formadas 3 filas: para a quadra central, para a quadra um e para a quadra 2.
    Na verdade, na quarta-feira, quando eu fui, não tinha fila para a quadra 2. Era só pegar o seu (por 5 libras!). Lá, tava rolando a semi de duplas femininas.
    A fila da quadra 1 era IMENSA! Eu tive a impressão que não ia rolar comprar antes de jogo acabar. Os ingressos custavam 10.
    A fila da quadra 2 estava bem ok. Fiquei nela por DOIS MINUTOS! Aí o steward perguntou: “Alguém sozinho aí?”. Levantei minha mãozinha, abri a carteira, tirei 5 libras e garanti meu ingresso para ver Wawrinka x Gasquet em um jogão de 5 sets que não podia ter sido melhor.
    Tenista desde adolescente, ganhei meu dia. <3
    Vou contar com detalhes minha experiência no blog (cheguei na fila às 6h30 e peguei o número 2305. Entrei menos de meia hora depois de os portões se abrirem). E vou linkar seu post, claroclaro, porque mais completo, impossível! 😉
    Beeijo!

    Responder
    • julho 13, 2015 a 8:27 am
      Permalink

      Nossa, que ótimo esse comentário. E que delícia deve ter sido!! Quando você fizer um post sobre eu coloco o link nesse aquii tb! Bjo bjo

      Responder
  • Janeiro 28, 2016 a 4:36 pm
    Permalink

    Muito obrigada!!! Adorei seu post. Estamos indo em julho e vamos com nossos filhos de 9 anos e 5 anos. Seria muita loucura? Meu marido é super fã de tenis, além de ser jogador amador!

    Responder
    • Fevereiro 23, 2016 a 6:22 pm
      Permalink

      Não acho loucura! Voce verá muitas crianças na fila. Mas vá preparada, leve comida, uma sombrinha caso esteja muito sol ou chuva e uma canga para deitar. No minimo. O resto é festa.

      Responder
  • Pingback: 7 programas tipicos para curtir no verão Londrino - Catálogo de viagens

  • Pingback: 7 coisas para não fazer na Inglaterra - Catálogo de viagens

  • Janeiro 4, 2017 a 1:12 pm
    Permalink

    Muito legal seu post Liliana! Esclareceu muitas dúvidas. A fila formada do lado de fora é só para entrar no complexo e a partir daí cada um escolhe a quadra que vai ficar né? Eu queria ver os jogos da quadra central, então assim que entrar no complexo devo ir direto para pegar a fila dessa quadra? E uma vez lá dentro da quadra, posso ver todos os jogos dela até o final do dia? Obrigado!!

    Responder
    • Janeiro 9, 2017 a 4:43 pm
      Permalink

      Laercio, é isso mesmo. Depois que voce enfrentar a fila e entrar no complexo voce pode ou ir nas quadras abertas, exceto a central, 1 e 2. Todas as demais são abertas a quem tem acesso ao “grounds” . Se voce for bem no comecinho vale super a pena esquecer essas 3 quadras pq tem tanto jogo bom rolando que nao vale a pena passar o dia inteiro na fila para ver 1 jogo só. Mas se você for depois dos 4 primeiros dias vale super a pena. É muito legal para quem gosta de tênis, viu. Acho que quem curte deveria ir pelo menos uma vez na vida ao campeonato de Wimbledon!

      Responder
  • Janeiro 31, 2017 a 3:54 pm
    Permalink

    Olá Lili, adorei as dicas. Estou me programando para ir com minha esposa a Londres esse ano e aproveitar e assistir alguns jogos em Wimbledon. No entanto já queria sair do Brasil com a garantia dos tickets. Até encontrei alguns sites que oferecem os ingressos mas o valores são exorbitantes, não condizem com aqueles apresentados no site do torneio. Você saberia me dizer se existe uma maneira de comprar os tickets já daqui do Brasil sem ter que pagar pagar uma fortuna por isso?

    Responder
    • Maio 10, 2017 a 2:50 pm
      Permalink

      Nao existe, Alex. Ou paga uma fortuna, ou entra no sorteio, ou vai para a fila mesmo… Eh chata essa parte mas vale a pena, eu garanto!

      Responder
  • Fevereiro 4, 2017 a 3:20 pm
    Permalink

    Oi, adorei seu post! Muito esclarecedor. Iremos em julho p tentar ver alguma coisa. Eu queria saber o valor dos ingressos na fila! Vc saberia me dizer? Tem diferença de preços para as quadras? Como vc falou que tem que pagar em dinheiro queria ir prevenida!
    Obrigada!

    Responder
    • Maio 10, 2017 a 2:54 pm
      Permalink

      Renata, tem preco diferente para as quadras sim. Voce paga a partir de 25 libras para os grounds, e tem acesso a muitas muitas quadras, mas para as 3 principais para um ingresso a mais que depende muito de dia, hora, e jogo. O ingresso para os grounds tb varia de preco de acordo com dia e hora.

      Responder
  • Fevereiro 22, 2017 a 11:06 am
    Permalink

    Bom dia. Não entendi muito bem. Todos os jogos são pagos? Se eu quizer apenas passear pela area do all england lawn tennis and croquet club, paga tambem?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *