4 perguntas que moradores de cidades turísticas respondem frequentemente

Quem mora em cidade turística tem a felicidade de morar onde as pessoas passam férias, mas tem a tristeza de ter que ouvir sempre as mesmas perguntas! Algumas dessas perguntas eu recebo no blog de vez em quando, mas eu quero deixar claro que no blog essa interação é esperada, o blog existe para conversar sobre viagens e sobre Londres também. Mas algumas situações, não da vida virtual, mas da vida real acontecem comigo desde que me mudei para cá, bem antes de ter um blog. No começo me incomodava, mas hoje em dia eu acho é graça. E por que não dividir essas comédias da vida com vocês? Tenho certeza que muitos vão se identificar, outros irão rir comigo, e alguns terão outras frases para acrescentar!

Você não conhece um hotelzinho barato para me indicar? Essa é a mais clássica de todas, meus amigos! Não veria problema nenhum nessa pergunta, se ela não indicasse que na verdade a pessoa quer ficar na sua casa! Acho até muito mais digno perguntar na lata: posso ficar na sua casa? Se existe uma certa intimidade, não vejo problema algum em ser sincero. Se você já perguntou isso a alguém realmente querendo só uma dica, fique tranquilo pois existem vários tipos de abordagem, e a gente nota muito claramente quando a pessoa está querendo um hotel de graça. Mas na dúvida  faça seu dever de casa e pelo menos dê algumas opções de área ou hoteis para a pessoa opinar qual a melhor.  Eu tenho um “amigo” que jogou essa uma vez, e quando percebeu que não poderia ficar na minha casa teve a cara de pau de nem agradecer as dicas que dei(e foi uma lista enorme!), e quando veio nem fez questão de me procurar para tomar um café ou uma cerveja. Minha casa seria interessante para ele, já a companhia… Não façam isso amiguinhos!

london open house (2)

Você pode me dar dicas da cidade? Considerando que eu moro em Londres, tenho um blog que tem metade do seu conteúdo sobre a cidade, e existem milhares de guias só sobre Londres, não dá para ser mais específico? Gente, me dá dicas da cidade é muito vago! São muitas dicas para se dar em 99% dos lugares, não dá para condensar num email, e quando dá, é trabalhoso demais. Isso para mim é quase que o pedido de um roteiro, coisa que para os amigos BEM chegados e familiares eu faço numa boa. Se quer dicas, seja específico. Esses dias mesmo uma amiga minha pediu dicas de restaurantes bacanas, algo elegante mas não necessariamente caríssimo, para levar seus pais. Ela disse que eles gostam de vinho, e tal tipo de comida, e que queria algo mais clássico. É assim que se pede dica, falando o que você quer, tipo de lugar/preço, para ir com quem, etc.

Quanto vou gastar por dia? Outra pergunta extremamente vaga. Quanto você gasta por dia na sua vida? Duas pessoas, morando na mesma cidade podem gastar valores completamente diferentes, e isso varia muitíssimo. O mesmo serve para uma viagem.  Não dá para dar um valor genérico sem saber que tipo de viajante é você, quais sao suas prioridades e quanto espera gastar. Ainda sabendo tudo isso  é um cálculo difícil de fazer porque as pessoas tem realidades diferentes, e pode ser que eu nem saiba os preços de uma realidade muito diferente da minha. Então, mais uma vez, seja específico. Quanto custa um jantar num restaurante “na média” , ou fast food ou luxuoso, para 2 pessoas? Assim fica mais fácil responder e mais facil para quem perguntou ter uma idéia.

800px-Money_Cash
fonte: wikicommons

Vai chover? Vai fazer calor? Vou passar frio? Essa é a pergunta campeã para quem mora na Europa ou qualquer outro lugar onde o clima não é o mesmo o ano todo. Eu sei que Londres realmente desperta a curiosidade nesse quesito já que a fama do clima londrino é a pior possível, e as pessoas tem aquela esperança que eu vá dizer que é tudo mentira. E bom, eu não amo o clima de Londres, mas acho que essa fama horrorosa é injusta porque chove menos do que se conta, e temos dias mais bonitos do que pensam. Acho que o clima daqui é ruim a longo prazo, não para quem vem passar uma semana. Mas isso é papo para outro post. A verdade é que por mais previsível que seja o clima de uma cidade, ninguém pode garantir como vai estar quando você vier. Eu posso dar uma idéia de como é o clima da cidade, e mais ou menos o que você pode esperar, mas já passei muitos verões sem calor, em compensação já usei vestidinho em pelo começo de Maio. Portanto a minha resposta sozinha não basta para saber que tipo de roupa trazer, por exemplo. É preciso ficar de olho na previsão do tempo de qualquer cidade nas semanas anteriores à visita e ver as médias dos ultimos anos. Vale lembrar que só observar a temperatura nem sempre é o suficiente. Olhe se chove ou não, se neva ou não, se é uma época proprícia a furacões e tornados dependendo do destino, a média da sensação térmica e da velocidade do vento. Muitas vezes a temperatura é ok mas venta tanto que a sensação térmica é maior. Pode perguntar como costuma ficar o clima, mas coisas como a temperatura, se vai nevar, chover, ou fazer sol só a previsão do tempo pode te dizer(e olhe lá).

Perguntar não é o problema. Eu adoro falar sobre Londres e como disse dou até risada  dessas perguntas repetidas. O problema é notar que a pessoa quer praticamente um guia de viagem, uma hospedagem grátis ou uma guia na cidade. E vocês que também moram em cidades turisticas, o que me contam sobre isso?

 

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

8 comentários em “4 perguntas que moradores de cidades turísticas respondem frequentemente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *