Hotel na India: reservar ou não reservar, eis a questão

Durante o planejamento da viagem a India veio a dúvida(mais uma!) se deveriamos reservar ou não a acomodação. No geral, todas as pessoas para quem perguntei me disseram a mesma coisa. Vai ficar em hoteis simples e baratinhos? Então não reserve! No máximo uma reserva para o primeiro dia da viagem. Isso porque o preço pode ser negociado ao vivo, e também porque você pode comprar gato por lebre. Eu reforço a dica de não reservar no geral, mas vou abrir alguns parenteses.

Primeiro, alguns hoteis que mesmo sendo super baratinhos, são bons o suficiente para estarem quase sempre lotados. Eles merecem reserva. Esse é o exemplo do hotel onde nos hospedamos em Jaipur, The Pearl Palace. Eu tinha ouvido tanto falar do hotel, o preço era ótimo então achei que valia a pena reservar. Estava certa. Vimos diversas pessoas chegando com a mochila nas costas e tendo que voltar porque não tinham reserva e o hotel estava lotado. Foram muitas pessoas mesmo, principalmente porque além do hotel ser popular, era alta temporada. E o hotel é nota 1000, valeu muito a pena. O segundo caso que vale a reservar é para quando se chega no país. Sabia que precisaria de um hotel por 2 dias pelo menos para digerir o país, e principalmente porque se tratava de Varanasi. De lambuja o nosso hotel lá, Hotel Alka, é super bem localizado, limpo, serve uma comida boa e tem preços imbatíveis em relação aos vizinhos, além de ser bem popular. Também acho que vale a pena reservar hotel em lugares onde você pretende ficar uma noite e nada mais. Talvez essa seja hora de se dar um luxo, e até mesmo ficar num hotel mais bacana já que é só por uma noite. Aprendi isso quando reservei um hotel em Agra, mas depois mudei de idéia e cancelei. No final das contas acabei ficando no pior hotel do Universo(que estava recomendado no péssimo Lonely Planet da India) porque não queria perder tempo e energia procurando um outro. Foi super mega barato mas não valeu. Teria pago 3 vezes mais para ter algum conforto e uma experiência completamente diferente em Agra. E ainda passei na frente do outro hotel que havia reservado para descobrir que era uma graça e super bem localizado, quis morrer. Se você decidir reservar,  tenha em mente que todos os preços são inacreditavelmente baratos e todos os hoteis parecerão uma pechincha se comparados com os hoteis do Brasil, da Europa, etc. Portanto use outros hoteis da região para fazer essa comparação de preços. E se reservar, não pague antes. Mande um email diretamente para hotel para fazer a reserva e NÃO ESQUEÇA DE RECONFIRMAR. Sim, gritando mesmo. Porque isso é lei em qualquer hotel baratex na India. Confirme, reconfirme e reconfirme de novo. Nós perdemos a reserva da primeira noite porque não confirmamos. E não foi bom. Nem deu para reclamar porque eles foram claros no email  pedindo para reconfirmar. Há uma grande possibilidade dos hoteis tentarem te empurrar um quarto mais caro ao chegar, mesmo já tendo reservado o quarto que você deseja: “é muito pequeno para vocês” , “a vista do outro é melhor”, vocês não vão gostar desse quarto, mas temos outros” e por ai vai. Não ceda e só decida onde prefere ficar depois de ver o quarto. Exiga seus direitos, seja firme, mas não ganhe uma gastrite por causa dessas coisas. Paciência, você está na India. E de férias.

P1050997

Como só reservamos em Varanasi e Jaipur, nas outras cidades chegamos na cara e na coragem. E fora em Agra, que a escolha do albergue foi infeliz, foi tudo tranquilo. Quase toda cidade tem uma região com um monte de hoteis, um ao lado do outro. A dica é saber qual região você quer ficar hospedado e pegar um transporte para lá. Mas aconteça o que acontecer, NUNCA JAMAIS, fale para o motorista do tuk tuk ou taxi que você não tem onde ficar. Dê o nome de um hotel qualquer na área escolhida e se ele disser que pegou fogo ou fechou, insista e peça para ser levado ou troque de tuktuk. Chegando ao local, veja o quarto antes de fechar a estadia, e negocie. Conseguimos desconto em todos os hoteis que ficamos desta maneira, o que me faz crer que nenhum deles tem um preço fixo. Pelo que vimos ao longo da viagem, os mochileiros mais dispostos nunca reservam. Mas nós já somos mochileiros cansados, então apesar de não ter frescura alguma, ficarmos em hoteis simples, eu gosto de sempre me dar uns luxos, e o simples fato de não ter que procurar um hotel no início da viagem pode ser isso, mesmo que saia um pouco mais caro. Para os mochileiros devagares como nós, acho que  o melhor é mesclar  os dois, reservas e a falta delas. Já para os 100 % dispostos e com um orçamento apertado, o melhor é não reservar. Já os que optarem por hoteis luxuosos, acho que a reserva é fundamental.

Facebooktwittergoogle_plusmail

lilistahr

Uma capixaba morando em Londres há mais de 12 anos, e apaixonada pela capital britânica. Viciada em viagem, com uma queda por praias paradísiacas e destinos menos óbvios. Para saber mais clique no "sobre" e escolha "sobre mim" na barra superior.

11 comentários em “Hotel na India: reservar ou não reservar, eis a questão

    • Fevereiro 22, 2013 a 10:26 am
      Permalink

      Os cisnes são uma breguice fofa, né? Mas então, pelo que já vi nos seus posts, acho que vc curte um hotel mais bacaninha. Ai vale a pena reservar. A nao ser super fora de temporada, quando dizem que até os palácios de marajás ficam a preço de banana.

      Responder
  • Fevereiro 23, 2013 a 3:10 pm
    Permalink

    Liliana,

    Não consigo viajar sem reserva de hotel!!!! Fico sempre estressada com a possibilidade de não achar nada com uma cara que me agrade. Já tive problemas com viagens sem reserva mais de três vezes e aprendi a lição. A gente acaba perdendo tempo precioso e gastando energia em vão. Prefiro sair de casa com tudo programado e se no meio do caminho der vontade de mudar os planos, é só mudar tudo. hehehe

    Beijos

    Claudia

    Responder
    • Fevereiro 23, 2013 a 3:24 pm
      Permalink

      Imagino, Cláudia. Como disse, quem pretende ficar em hotéis mais luxuosos ou quer ficar em algum hotel especifico com determinados serviços deve reservar sim. Caso contrario acho que funciona bem, pelo menos deu certo conosco! Pelo menos na Ásia. Porque na Europa a lei é reservar sempre!

      Responder
  • Pingback: Hotel Alka- Varanasi | Catálogo de viagens

  • Pingback: Pearl Palace- o melhor hotel da viagem | Catálogo de viagens

  • setembro 6, 2013 a 12:00 pm
    Permalink

    Olá,

    Irei viajar para a India no mês que vem, e Agra tem sido o sitio em que tenho mais dificuldade de decidir em relação ao hotel, por acaso, lembras-te do nome do hotel em que devias ter mantido a reserva?

    Obrigada pela ajuda.
    Bjo
    Téu

    Responder
    • setembro 6, 2013 a 4:28 pm
      Permalink

      Teu, o nome do hotel é sidhartha. Não posso indicar pq não fiquei lá nem vi como o hotel é por dentro. Mas a localização é maravilhosa e me pareceu um hotelzinho simples mas ajeitado por fora. Bem barato, mas uma opção para mochileiros que não querem gastar muito como nós. Se você procura um pouco mais de conforto e luxo melhor procurar outra opção 🙂 Espero ter ajudado.

      Responder
      • setembro 6, 2013 a 4:31 pm
        Permalink

        Olá, Obrigada pela rápida resposta. Nós também somos bem do género de mochileiro, a única coisa que peço é que seja limpo 🙂 Bjo Teu

        Responder
        • setembro 10, 2013 a 5:25 pm
          Permalink

          Infelizmente eu não posso falar da limpeza do Sidhartha pois nem entrei, mas qualquer coisa é melhor que o Shanti lodge(onde ficamos) nesse quesito. Se querem limpeza, fiquem longe de lá;)

          Responder
  • outubro 30, 2017 a 3:22 am
    Permalink

    Oi Liliana, minha conterrânea!

    Encontrei seu site quando procurava relatos de quem já foi à Índia! Estou adorando os seus posts!!! Viajo para lá no mês que vem com meu namorido. Estamos lendo bastante e conversando com amigos que já estiveram por lá!
    Estou com uma dúvida em relação aos hotéis. Ao procurar em sites como booking, tripadvisor e mesmo no OYO, que é indiano, vi que alguns hotéis dizem não aceitar casais não casados e podem pedir um documento que comprove o casamento (inclusive o Sidhartha, onde estamos pensando em ficar am Agra). Sei que em outros países isso realmente acontece, mas nunca tinha ouvido falar que na Índia também. Você sabe me dizer se é uma prática recorrente nos hotéis indianos?
    Obrigada 🙂

    Beijo,
    Ana Luísa

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *